Dois acidentes entre veículos foram atendidos pelos bombeiros e a Polícia Rodoviária Federal em menos de uma hora na madrugada deste domingo (13), na BR-280, em Guaramirim. Um deles foi uma colisão frontal entre dois veículos registrada às 4h46, perto do posto da Polícia Rodoviária Federal. A equipe dos bombeiros usou líquido gerador de espuma (LGE) para evitar risco de incêndio. Segundo os bombeiros, três homens foram conduzidos ao hospital Santo Antônio com ferimentos leves.
Colisão frontal entre dois carros ocorreu perto do posto da PRF | Foto WhatsApp/Divulgação
Cerca de 35 minutos antes aconteceu uma colisão entre carro e moto próximo ao Posto Guaramirim. Os bombeiros informaram que o motociclista de 22 anos estava com ferimentos leves pelo corpo e foi encaminhado ao Hospital Santo Antônio. As três vítimas do carro tinham ferimentos leves, de acordo com os socorristas. A PRF informou na manhã deste domingo (13) que não tinha mais informações sobre os dois acidentes. Segundo dados da Polícia Militar, a embriaguez é a quarta maior causa de acidentes em Jaraguá do Sul. Como agir em caso de acidente:
Procedimentos no local: 1 – Verifique quantas vítimas estão envolvidas no acidente; 2 – Sinalize o local para evitar novos acidentes. Utilize triângulos e pisca-pisca do carro ou de outros veículos; 3 – Chame o socorro especializado. Informe o local exato e a descrição das vítimas (homens, mulheres, crianças, idade, sexo, ferimentos visíveis). Os telefones de emergência são: 193 – Bombeiros Voluntários: para fazer o resgate; 190 – Polícia Militar: para registrar a ocorrência no caso de acidentes com vítimas; 198 – Polícia Militar Rodoviária (no caso de acidentes em estradas estaduais); 191 – Polícia Rodoviária Federal (no caso de acidentes em estradas federais). Procedimentos com a vítima: 1 – Mantenha a calma. 2 –Jamais faça a vítima saber qual a extensão real dos ferimentos; 3 – Evite contatos diretos com o sangue ou fluídos orgânicos da vítima; 4 – Evite mover a vítima. Só o faça se houver perigo de agravamento, como no caso de incêndio no veículo; 5 – Durante a remoção, procure evitar que a vítima se mexa, mantenha a posição original até chegada de socorro especializado. Mover uma pessoa acidentada é extremamente complicado e requer o uso de várias técnicas de imobilização.