O fim de semana foi marcado pela violência na zona Norte de Joinville. Duas pessoas morrem executadas a tiros em ocorrências distintas, no bairro Jardim Paraíso. Os assassinatos são investigados pela DH (Delegacia de Homicídios) da Polícia Civil de Joinville. Um suspeito já foi detido.

O crime mais recente aconteceu por volta da 0h30 deste domingo (9). Foi em frente a uma residência da rua Antônio Michels. De acordo com informações do delegado da Polícia Civil, Murilo Batalha, cinco amigos voltavam de uma tabacaria e ao chegar na casa de um deles, três entraram na residência, mas dois aguardaram no portão.

“Neste momento, segundo testemunhas, dois rapazes em uma moto azul abordaram a dupla e atiraram pelo menos seis vezes. Um dos jovens foi atingido e morreu no local. O outro conseguiu fugir”, disse Batalha à Rede OCP News.

Assassinado por engano?

Ainda no local do crime, testemunhas informaram ao delegado, de forma preliminar, que o alvo do homicídio seria o homem que conseguiu fugir. Segundo Murilo Batalha ele ainda não foi localizado.

Já o rapaz alvejado que morreu no local foi identificado como André Rodrigo de Oliveira Ramos Raini, 21 anos. Ele trabalhava como auxiliar de carga e descarga, era solteiro e não deixa filhos.

A Central Funerária informou que o enterro de Raini está marcado para esta segunda-feira (10) às 9h, no Cemitério do Rio Bonito.

Suspeito detido

Pouco depois desta ocorrência, a Polícia Militar conseguiu localizar um homem, em uma moto azul com as mesmas características utilizadas no assassinato. Ele estava em um condomínio popular do bairro. Com ele foi localizada uma pistola calibre 9mm e maconha. O caso segue em investigação.

Execução dentro de bar

O primeiro assassinato do fim de semana foi ainda na sexta-feira (7) também no Jardim Paraíso. Tudo aconteceu por volta das 18h40, na rua Aquarius. Testemunhas contaram à Polícia Civil que um homem em uma moto chegou a um bar. Ele desceu do veículo, e sem tirar o capacete, sacou uma pistola calibre 9mm, apontou para um cliente, e atirou.

Paulo de Oliveira Alves Júnior, 28 anos, recebeu vários tiros e morreu no local. O atirador conseguiu fugir. Paulo era solteiro e deixa três filhos. Ele foi enterrado neste domingo no Cemitério do Rio Bonito.

A Divisão de Homicídios da Polícia Civil de Joinville apura se há ligação entre os crimes.

Quer receber as notícias no WhatsApp?