Doceira que envenenou adolescente de 15 anos com bombons é presa em Itapoá

Foto: Polícia Civil/Divulgação

Por: Claudio Costa

26/10/2023 - 15:10

A doceira Margareth Aparecida Marcondes foi presa pela Polícia Civil em Itapoá.

A mulher condenada por envenenar uma adolescente de 15 anos foi presa na manhã desta quinta-feira (26).

Margareth foi condenada pelo crime praticado contra Thalyta Teminski em Curitiba, no Paraná.

Segundo a Polícia Civil, o caso ocorrido em 2012 teve grande repercussão.

Na época, a condenada trabalhava como doceira e a família da adolescente havia encomendado doces para a festa de 15 anos da garota.

Antes, a autora enviou algumas amostras de doces para a casa da de Thalyta através de um taxista.

Um bilhete dizia para a garota provar os doces.

A jovem chegou a ficar internada na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) por oito dias e teve duas paradas cardíacas.

Porém, não resistiu e acabou morrendo no hospital.

Foi constatado então que a doceira havia envenenado os bombons.

O Setor de Investigação Criminal da Delegacia de Polícia Civil de Itapoá recebeu informações de que a foragida estava na cidade de Itapoá.

A mulher estava usando um nome falso e, após ser capturada, foi encaminhada para o Presídio Regional de Joinville.