*Com informações da assessoria de imprensa Em função dos riscos de aumento no número de focos de mosquito Aedes aegypti, a Diretoria de Patrimônio da Secretaria de Administração da Prefeitura de Jaraguá do Sul, alerta aos munícipes para os cuidados, principalmente, com os vasos de plantas e flores deixados sobre as sepulturas nos cemitérios. De acordo com o chefe dos cemitérios municipais, Arlindo Hafemann, semanalmente, as equipes que atuam nestes locais fazem uma varredura na busca por artefatos que possam acumular água e servir de criadouro para os mosquitos. “No entanto, o importante é que as pessoas já optem por ornamentação que não exija água, ou seja, principalmente as flores de plástico, para evitarmos a proliferação dos mosquitos”, alerta o chefe. Em casos onde são encontrados vasos com água, os mesmos são recolhidos e eliminados. Arlindo destaca ainda que nas entradas dos sete cemitérios municipais existem placas de advertência para os cuidados que devem ser observados pelos munícipes ao prestarem suas homenagens aos falecidos.