A Divisão de Investigação Criminal (DIC) da Polícia Civil em Jaraguá do Sul deve receber em breve dois novos computadores.

Os equipamentos vão servir para realizar o cruzamento de dados levantados nos inquéritos policiais sobre atividades do crime organizado, como o tráfico de drogas.

Os computadores serão adquiridos pela Associação Amigos da Segurança Pública de Jaraguá do Sul e Região e deverão custar cerca de R$ 15 mil.

LINKS

O presidente da entidade, Álvaro Leitholdt, explica que a compra será feita com recursos disponibilizados pelo Ministério Público de Santa Catarina.

“Foram feitas várias reuniões e o Ministério Público depositou esse dinheiro na conta da associação. Nós vamos emitir as ordens de compra no máximo até sexta, porque nós estamos negociando para reduzir um pouco o preço de algumas peças dos equipamentos”, afirma Álvaro.

De acordo com o delegado titular da DIC, Daniel Dias, a ideia surgiu após policiais civis da divisão participarem de um curso de combate a organizações criminosas promovido pela Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC) da Polícia Civil, em Florianópolis.

“A gente viu a necessidade de computadores com uma grande capacidade de armazenamento e processamento de informações para cruzar informações de celulares apreendidos, dados fiscais da Receita Federal e também de contas bancárias levantados durante as investigações”, destaca Dias.

O delegado explica que o emprego de tecnologias na investigação criminal faz com que a Polícia Civil esteja à frente de organizações criminosas que queiram se instalar em Jaraguá do Sul e região. Os computadores vão somar forças às tecnologias que a divisão já emprega nos inquéritos.

“Nós não temos nenhum processador que seja capaz de gerar essas informações através do cruzamento de dados. Recebemos muitas informações e esses computadores, somados a outros softwares, farão esse trabalho e vãos nos levar a outra camada de criminosos que a polícia tinha dificuldade de chegar”, reitera.

 

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre Segurança Pública da região (Trânsito, Operações Policiais. etc...):

Telegram

Facebook Messenger