Foto: Rafael Verch/OCP Online
Foto: Rafael Verch/OCP Online
Nesta segunda-feira (28), a DIC (Divisão de Investigações Criminais) de Jaraguá do Sul, prendeu dois irmãos, de 18 e 19 anos de idade, acusados de terem participado da morte e decapitação de Nelson Krobott, de 66 anos em Corupá. Desde o dia do crime, dia 18/03, a polícia vem investigando o caso e já identificou quatro pessoas que teriam participado do crime que chamou a atenção de todos. Dos quatro, o que seria o principal autor, segundo a versão dos acusados, foi o primeiro a ser preso, na semana passada. Agora, os irmãos se entregaram na companhia do advogado e do pai. Um quarto envolvido, Samuel, ainda está foragido. Para a o delegado Evandro, responsável pelas investigações, os menores contaram que a motivação do crime seria uma briga por causa de uma feijoada. Segundo o delegado: “Eles já estavam bêbados, e talvez sob efeito de substâncias entorpecentes, quando Nelson teria pego um peixe e jogado dentro da feijoada que os jovens estavam fazendo. Isso teria motivado uma discussão, e consequentemente a morte” destacou o delegado.
O homem de 19 anos será levado para o Presídio Regional de Jaraguá do Sul. O irmão de 18, será levado para Joaçaba para ser internado, já que quando cometeu o crime era menor de idade ainda. O pai que estava no local, preferiu não se manifestar, mas disse que acredita na inocência dos filhos.