Foto: Fábio Junkes/OCP News
Foto: Fábio Junkes/OCP News

Um homem que cometeu uma série de assaltos na região central de Jaraguá do Sul foi preso pela Polícia Civil. De acordo com a Divisão de Investigação Criminal (DIC), o flagrante foi realizado por volta 11h deste sábado (1º), na casa do assaltante no bairro Estrada Nova.

O delegado titular da DIC, Daniel Dias, conta que o homem de 22 anos já estava sendo investigado por outros crimes. Os assaltos ocorreram nas proximidades da ponte Pênsil que liga o Centro ao bairro Baependi.

“Ele tinha sempre o mesmo modus operandi. O assaltante abordava mulheres sozinhas nas proximidades da ponte pênsil. Armado com uma faca, ele rendia a vítima, mandava lagar a bolsa e depois mandava continuar andando”, comenta o delegado.

As mulheres contaram que o homem de mochila se aproximava em uma bicicleta de cor azul. Alto e magro, ele sempre atacava as vítimas usando um capuz e armado com uma faca de cabo branco.

“Ele parou na entrada da ponte. Quando eu cheguei na metade, veio com tudo, já puxou a faca e disse para eu passar o dinheiro e o celular. Eu entreguei, ele pegou os chips e me entregou”, conta a faxineira de 55 anos.

Quatro assaltos estavam sendo investigados pelos policiais civis e o suspeito já havia sido identificado. Na manhã deste sábado, por volta das 7h30, a Central Regional de Plantão Policial de Jaraguá do Sul avisou aos agentes da DIC sobre dois novos roubos com as mesmas características.

“Nós já tínhamos imagens de câmeras de segurança e a possível localização da casa dele. Depois do roubo, nós saímos para a rua na tentativa de encontrar ele. Depois, fomos até a casa e montamos uma campana. Quando ele chegou, nós fizemos a abordagem e encontramos ele com o celular da vítima”, ressalta Dias.

Os policiais civis recuperaram oito celulares roubados. O delegado afirmar que o homem já confessou ter cometido quatro crimes e um quinto está sendo verificado. Vítimas que tiveram os celulares roubados podem procurar a Delegacia da Comarca de Jaraguá do Sul.

O homem é natural de Goiânia, capital do Estado de Goiás, e estava há cerca de cinco meses na cidade. Em depoimento, ele disse que não estava conseguindo um emprego e decidiu cometer os crimes para conseguir dinheiro para se sustentar. O irmão dele foi conduzido como testemunha para a delegacia.

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre Segurança Pública da região (Trânsito, Operações Policiais. etc...):

Whatsapp

Grupo OCP Segurança

Telegram

OCP Segurança