Nesta segunda-feira, agentes da Divisão de Repressão a Entorpecentes da Divisão de Investigação Criminal (DRE/DIC) de Criciúma incineraram 66,860 quilos de cocaína.

A quantidade recorde da droga apreendida no Sul catarinense estava em posse de um professor de capoeira, de 29 anos, que lecionava em diversas escolas da região.

Investigação

Ele estava sendo investigado há uns dois meses, antes da prisão, como sendo um dos responsáveis pela distribuição do entorpecente no Sul.

A apreensão ocorreu na casa do acusado, que não tinha passagens policiais, em um sítio, no interior de Nova Veneza, em setembro.

A droga foi avaliada em R$ 4 milhões.