Diante de chuvas fortes, Bombeiros dão recomendações de segurança

Divulgação/CBMSC

Por: Pedro Leal

04/10/2023 - 09:10 - Atualizada em: 04/10/2023 - 09:29

Com previsão de chuva intensa e volumosa para esta semana, se torna mais do que necessário reforçar as dicas de prevenção do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC).

As chuvas fortes já atingem grande parte do estado, com alagamentos e deslizamentos sendo registrados em Jaraguá do Sul e no Oeste do Estado até as 9h15 desta quarta-feira (4).

Inicialmente as recomendações são para que os cidadãos mantenham-se em alerta:

– se houver sinal de movimentação de solo, como rachaduras ou quedas de muros, árvores caídas ou ameaçando cair, saia imediatamente do local de risco e acione o CBMSC pelo 193 ou a Defesa Civil pelo 199, para avaliação.

– fique atento aos boletins climáticos do município (acompanhe a concentração pluviométrica e os níveis dos rios);

– se inscreva para receber avisos e alertas da Defesa Civil de Santa Catarina por SMS. Basta enviar o CEP da localidade que deseja receber, via SMS, para o número 40199;

– procure informações em sites oficiais, canais de televisão e também nas emissoras de rádio da cidade, pois nestes canais são trazidas informações atualizadas dos órgãos competentes.

Cuidados no trânsito:

Os riscos de acidentes no trânsito aumentam quando passamos por períodos chuvosos. Além de redobrar a atenção, vale ressaltar para que os motoristas:

– reduzam a velocidade;

– mantenham a distância segura entre os veículos;

– trafeguem obrigatoriamente com os faróis acesos;

– em caso de chuva torrencial, pare em um local seguro e aguarde amenizar;

– descubra quais estradas e rodovias são afetadas por inundações e escolha uma rota para evitá-las;

– não tente atravessar áreas alagadas, uma vez que não há a condições de verificar a profundidade da água, podendo conter buracos e outros riscos;

– caso esteja em um local em que o nível da água está subindo, deixe o veículo e procure uma área segura.

Mais dicas essenciais:

– organize seus objetos pessoais em um saco plástico e deixe a pronto emprego;

– separe remédios, roupas e itens essenciais, além de água e alimentos;

– tenha em mãos lanternas e pilhas sobressalentes;

– estabeleça planos de comunicação com familiares e conhecidos para trocarem informações em caso de emergência.

Caso os níveis de água comecem a atingir sua localidade:

– desligue a energia elétrica (quadro de luz), o gás e também a rede de água;

– eleve os móveis e retire os aparelhos eletroeletrônicos da tomada;

– se possível, desocupe a residência;

– avise seu vizinho que você está desocupando a sua residência;

– procure um local abrigado, seja na casa de familiares ou de um amigo ou até mesmo um abrigo fornecido pela prefeitura municipal;

– não ande em áreas alagadas e não transite com seu veículo, pois essas águas podem encobrir obstáculos e também perigos;

– não deixe crianças brincando em águas inundadas, evite transitar nesses locais e nem reaproveite essas águas, pois elas podem estar contaminadas e podem provocar doenças.