Esta semana, o poder judiciário da Comarca de Barra Velha doou à Superintendência Regional da PRF, em Santa Catarina, dez pistolas e 20 carregadores que haviam sido apreendidos pela própria Polícia Rodoviária Federal durante a Operação Independência. As dez armas de fogo, da marca Glock, calibre 9mm, sem uso, foram encontradas no dia 06 de setembro escondidas dentro do tanque de combustível de uma Renault Duster de Belo Horizonte (MG). Na ocasião, três pessoas foram presas em flagrante.
Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o armamento será incorporado ao patrimônio da PRF, registrado no SINARM (Sistema Nacional de Armas) e depois utilizado para equipar preferencialmente o efetivo que trabalha na própria região da apreensão, a BR-101 Norte. "Com a decisão do poder judiciário de Barra Velha, estas dez armas, que se não fossem apreendidas certamente iriam parar na mão de criminosos, agora servirão à sociedade por meio da atuação de policiais rodoviários federais", disse a PRF.
Dez armas de fogo foram encontradas escondidas em veículo com placa de Minas Gerais | Foto PRF/Divulgação