Sistema compara o histórico de vistorias e acusa possíveis irregularidades e divergências | Foto Divulgação/Detran
Sistema compara o histórico de vistorias e acusa possíveis irregularidades e divergências | Foto Divulgação/Detran

Para coibir a prática criminosa de adulteração no hodômetro dos veículos, o Detran/SC (Departamento Estadual de Trânsito do Estado de Santa Catarina) implantou o sistema de validação da quilometragem nos laudos emitidos pelas Empresas Credenciadas de Vistorias (ECVs) em todo o Estado.

O sistema compara o histórico de vistorias e acusa possíveis irregularidades e divergências quanto ao número de quilômetros rodados. Desde a sua efetivação, na última sexta-feira (10), até a quarta-feira (15), foram feitos 230 bloqueios no sistema por suspeita de fraude nos hodômetros.

Caso o número indicado seja menor que o constatado na última vistoria, o sistema emite um alerta e bloqueia a vistoria, impedindo que o laudo seja cadastrado. Automaticamente a informação é enviada ao Detran, que insere uma restrição administrativa no prontuário/dossiê do veículo.

A empresa deverá formalizar comunicação imediata ao delegado de Polícia da respectiva área de circunscrição para conhecimento e adoção de providências de polícia judiciária cabíveis, devendo ainda a ECV orientar o responsável pelo veículo a procurar o órgão de trânsito local para as medidas administrativas.

*Com informações do Governo de SC.

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?