Um homem foi condenado, em Sessão do Tribunal do Júri da Comarca de Criciúma, a 15 anos de prisão pelo homicídio de um detento ocorrido em janeiro de 2019, no Presídio Regional de Criciúma (Santa Augusta). O julgamento foi promovido na última quinta-feira (5/8).

Segundo a denúncia, o réu golpeou a vítima durante o banho de sol que, desacordada, foi ferida por múltiplos golpes na região cervical, no tórax e nos membros superiores.

O crime teria sido cometido por ordem de uma organização criminosa que desejava um acerto de contas com a vítima.

Na sessão, o Conselho de Sentença reconheceu que o homicídio foi praticado por motivo torpe e com emprego de recurso que dificultou a defesa da vítima.

O réu foi condenado a 15 anos de reclusão, em regime inicial fechado, e a ele foi negado o direito de recorrer em liberdade. Cabe recurso da decisão ao TJSC.