No Estado, Jaraguá do Sul foi a segunda cidade que mais cortou postos de trabalho em abril. Foram 566 vagas fechadas, no saldo entre contratações e demissões. Florianópolis puxou a lista, com redução de 1.080 oportunidades. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), que faz o levantamento nos municípios com mais de 30 mil habitantes. Em Jaraguá, só a indústria fechou 514 oportunidades no mês passado. O setor de serviços cortou 69 vagas. Os dados de abril são os piores deste ano. Desde janeiro, o município perdeu 830 postos de trabalho na soma de todos os setores. Acumulados negativos Se considerarmos os dados acumulados desde janeiro, Jaraguá é a terceira cidade de Santa Catarina na quantidade de vagas cortadas. Nesse ranking negativo, está também em primeiro Florianópolis. Depois vem Balneário Camboriú. As duas cidades, com perfis diferentes do de Jaraguá, depois da temporada de verão, cortaram vagas principalmente nos setores de serviços e comércio. Já Jaraguá vem, consecutivamente, fechando postos de trabalho na indústrias. Desde o início da crise, em maio de 2014, o setor já eliminou mais de 5.700 vagas na cidade. Cinthia Raasch/A Notícia