Foto: Ana Paula Gonçalves/OCP News
Foto: Ana Paula Gonçalves/OCP News

A Defesa Civil de Jaraguá do Sul registrou, até às 20h de quarta-feira (30), mais de 30 ocorrências relacionadas ao vendaval registrado na cidade. As ocorrências mais registradas foram as quedas de árvores em vias e residências, além de destelhamentos. A cidade foi atingida por ventos de até 90 km/h, segundo estimativas.

O Chefe de Gabinete, João Antônio Berti, ressalta que os locais atingidos já estavam sendo monitorados pela Defesa Civil e pelo Grupo de Respostas e Ações Coordenadas (GRAC), além de voluntários, com o atendimento às ocorrências e verificando desdobramentos.

Por conta dos impactos do evento climático na Prefeitura, o Centro de Operações foi transferido para a sede do Corpo de Bombeiros Voluntários, no Centro.

Com o auxílio da corporação, ainda foi atendida uma queda de telhado em uma indústria metalúrgica no bairro Ribeirão Cavalo. Ao todo, sete vítimas foram encaminhadas ao Hospital São José para atendimento médico.

Na Prefeitura, diversas árvores foram arrancadas com a força do vento, atingindo veículos no estacionamento. O vento forte ainda derrubou divisórias e removeu partes do forro, mas sem danos aos servidores públicos municipais.

A Defesa Civil jaraguaense ainda ressalta que a informação de uma “segunda onda”, que circula nas redes sociais desde o início da noite relatando ventos superiores aos já registrados em Santa Catarina, é falsa. Entretanto, a Defesa Civil estadual alerta para ventos fortes nas próximas horas, porém com menor intensidade do que os registrados durante a tarde.

Religação de energia

A Celesc Distribuição informou, por meio da Gerência Regional, que o trabalho para religação de energia elétrica deve seguir pelos próximos dias. De acordo com Wagner Vogel, responsável pela operação na Região Norte, cerca de 50 mil unidades consumidoras de Jaraguá do Sul ficaram sem energia elétrica.

O número corresponde à 50% das unidades cadastradas no Município. Em Santa Catarina, segundo informações também divulgadas pela empresa, mais de 1,5 milhão de unidades consumidoras ficaram sem energia.

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre Segurança Pública da região (Trânsito, Operações Policiais. etc...):

Whatsapp

Grupo OCP Segurança

Telegram

OCP Segurança