A Defesa Civil de Santa Catarina e o Ciram (Centro de Informações de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia de Santa Catarina) emitiram nesta quarta-feira (26) um alerta meteorológico. Segundo o comunicado, permanece a condição de tempo encoberto com chuva em todas as regiões de Santa Catarina. De acordo com as informações do Ciram, a formação e avanço de uma nova frente fria ainda há risco de temporais isolados com chuva forte, granizo e rajadas fortes de vento (acima de 60 km/h), no período da tarde e noite sobretudo no Oeste, Meio Oeste, Planaltos e Vale do Itajaí. Em algumas localidades do Litoral Norte, como Joinville, Ilhota, Itapema e Camboriú; a chuva intensa e persistente das últimas horas já supera os 100 mm. Nas últimas 48 horas, o acumulado de chuva está entre 50 a 90 mm no Oeste e Meio Oeste. Nas próximas 24 horas (quarta e quinta-feira) os acumulados de chuva para Oeste e Meio Oeste varia entre 60 e 80 mm. Do Planalto ao Litoral os valores previstos variam de 40 a 60 mm, valores mais altos no Litoral Norte. Nas próximas horas uma frente fria que se forma no Sul do Brasil, associada a um ciclone extratropical no litoral Sul do RS, mantendo a condição de forte instabilidade atmosférica em Santa Catarina. Confira informações repassadas pelo Governo do Estado: - O mar estará agitado, com previsão de ondas altas, ressaca e alagamentos no Litoral de Santa Catarina; - O vento de sul intenso e persistente é que deixará o mar muito agitado a grosso com ondas altas e picos que podem chegar a 5,0 m, trazendo risco para atividades de navegação e pesca no litoral; - O mar agitado a grosso traz risco de ressaca na área da costeira catarinense, especialmente ao sul de Itajaí; - Essa condição associada à maré astronômica pode ocasionar alagamentos isolados, também nas áreas mais baixas da costa catarinense, como: rodovia Diomício Freitas, Centro de Eventos CentroSul, praias do Sul da Ilha de Santa Catarina, avenida Atlântica de Balneário Camboriú, Barra Velha, Araranguá, Laguna, Itajaí, Joinville, Tijucas, entre outros. Os alagamentos podem ocorrer até o domingo. Recomendações da Defesa Civil de Santa Catarina: Tempestades com descargas elétricas (raios), ventos fortes e granizo: Proteja-se em local abrigado, longe de placas, de árvores, de postes de energia e de objetos que podem ser arremessados. Se não encontrar um abrigo, agache-se com os pés juntos, com a cabeça encostada em seu peito ou entre os joelhos e as mãos cobrindo suas orelhas ou apoiadas em seus joelhos. Se estiver na praia, jamais fique na água. Não olhe para o raio. Se estiver em casa ou qualquer outro local abrigado, desligue os aparelhos eletrônicos, não use o telefone, fique longe das janelas e, lembre-se, o banheiro em alvenaria é o melhor local durante uma tempestade! Alagamentos e inundações: evitar o contato com as águas e não dirigir em lugares alagados. Evitar transitar em pontilhões e pontes submersas e cuidado com crianças próximas de rios e ribeirões. Deslizamentos de terra: deve ser observado qualquer movimento de terra ou rochas próximas a residências, inclinação de postes e árvores e rachaduras em muros ou paredes. Neste caso, é recomendável que a família saia de casa e acione a Defesa Civil municipal pelo 199 ou o Corpo de Bombeiros 193.