Por conta do deslizamento que aconteceu nessa quarta-feira (19) na Serra do Rio do Rastro, a Defesa Civil de Criciúma foi acionada para auxiliar com apoio técnico. O órgão foi ao local do ocorrido para realizar uma avaliação técnica, identificando os possíveis riscos oferecidos no local e buscando uma forma de reduzir os danos que foram provocados.

 

De acordo com o diretor da Defesa Civil de Criciúma, Fred Gomes, o deslizamento aconteceu na encosta da serra, tomando a pista de rolagem, e foram identificados dois pontos para serem trabalhados.

 

“Avaliamos a presença de um ponto crítico e outro com risco iminente. Desse modo, nessa avaliação conversamos com o responsável pela Defesa Civil Estadual que estava no local, e passamos nossas visões e formas de amenizar os danos que foram ocasionados”, comentou.

 

Conforme o diretor, com o deslizamento, alguns elementos que elevam o risco para pessoas que transitam naquela região foram trazidos para a pista de rolagem. Como, por exemplo rochas, argila, galhos, dentre outros elementos.

 

“Como resultado, nossas decisões foram acatadas e, em breve, a pista deve ser liberada. Já no outro ponto de urgência, nossas ideias ainda serão estudadas com o objetivo de reduzir a problemática na região”, destacou Gomes.