Dois criminosos foram condenados por roubos e extorsão mediante sequestro de um casal de empresários da construção, em Criciúma.

O grave crime, ocorrido numa manhã de julho de 2018, foi investigado pela Divisão de Repressão a Roubos da Polícia Civil de Criciúma (DRR/DIC), coordenada pelo delegado Yuri Miqueluzzi.

Quatro vítimas foram rendidas na residência do casal de empresários e passaram quatro horas mantidas reféns com os criminosos.

Captura

A captura dos autores aconteceu 30 dias após o crime, com a decretação da prisão preventiva.

Ainda foram identificados três adolescentes envolvidos.

"Os adultos capturados, de 26 e 38 anos, foram indiciados pela Polícia Civil pelo crime hediondo de extorsão mediante sequestro, de roubos qualificados e de corrupção de menores, permanecendo presos até a sentença", ressalta o delegado Yuri.

O processo foi julgado pela 1ª Vara Criminal de Criciúma, com atuação da 1ª Promotoria de Justiça de Criciúma.

Pena

A sentença condenou cada envolvido a pena de 30 anos, 4 meses e 11 dias de reclusão, em regime inicial fechado, além de multa, pelos delitos de extorsão mediante sequestro (duas vezes), roubo qualificado (quatro vezes) e corrupção de menores.

Foi determinada a manutenção dos condenados na prisão.