A ação criminosa registrada na madrugada desta terça-feira (1°), em Criciúma, provocou tensão e gerou terror na população. Apesar de apresentar um dos menores índices de violência no Brasil, Santa Catarina se tornou alvo de quadrilhas especializadas em assalto a banco.

Somente no ano passado, pelo menos seis roubos, todos na região do Vale do Itajaí, chocaram os catarinenses pela dinâmica, com reféns servindo de escudo, armamento pesado utilizado pelos bandidos e a dificuldade da polícia em localizá-los e prendê-los.

Em um deles, os criminosos conseguiram subtrair quase R$ 10 milhões de carros-fortes, no Aeroporto Regional de Blumenau. Na ocasião, uma mulher morreu após ser atingida por uma bala perdida. Relembre os episódios.

--

1. Assalto contra carros-fortes e uma vítima morta (Blumenau)

No dia 14 de março, Blumenau foi alvo de um assalto cinematográfico. A ação ocorreu no Aeroporto Regional, conhecido como Quero-Quero, onde os bandidos atiraram contra carros-fortes que faziam a troca de malotes de dinheiro com um avião que veio de Curitiba (PR).

Durante a intensa troca de tiros com armas de grosso calibre, dois seguranças foram alvejados dentro do veículo. Uma mulher que estava em uma empresa próxima também acabou atingida e veio a óbito ainda no local.

Na ocasião, teriam sido levados R$ 9,8 milhões.

2. Assalto ao Banco Bradesco com escudo humano (Blumenau)

No dia 6 de setembro, bandidos fortemente armados com armas de grosso calibre assaltaram o Banco Bradesco e fizeram reféns na Itoupava Central, em Blumenau. O roubo ocorreu em um dia em que a agência concentrava grande volume de dinheiro.

Foto Divulgação

Durante a ação, os criminosos chegaram a agredir pessoas e utilizaram reféns como escudo humano para fugir. Eles teriam levado um valor de aproximadamente R$ 500 mil.

3. Assalto ao Banco do Brasil (Penha)

Era início do expediente bancário do dia 20 de setembro, quando quatro homens armados chegaram até a agência do Banco do Brasil e anunciaram o assalto em Penha, no litoral de Santa Catarina. Eles quebraram a porta giratória com uma marreta e agrediram o vigilante.

Foto Divulgação

Após cometerem o crime, fugiram em um Volkswagen Fox com uma pessoa de refém. Depois, abandonaram a vítima e roubaram outros dois veículos em diferentes momentos. Segundo informações, a ação resultou na retirada de R$ 58 mil da agência.

4. Agência do Banco Santander invadida por criminosos (Balneário Camboriú)

No fim da tarde do dia 8 de outubro, uma agência do Banco Santander, em Balneário Camboriú, acabou sendo invadida por criminosos. Por conta da ação, a avenida do Estado, principal via da cidade, onde o estabelecimento está localizado, teve que ser interditada pelos órgãos de segurança.

Foto BC Notícias

Ao todo, sete funcionários foram feitos reféns pelos criminosos, um deles chegou a ser agredido na ocasião. Apesar do cerco montado pela Polícia Militar, os assaltantes conseguiram escapar do local pelo telhado.

O funcionário de uma empresa terceirizada que fazia manutenção na agência acabou sendo preso suspeito de ter facilitado a entrada dos assaltantes. Ele fazia adequações no sistema de ar condicionado do estabelecimento e tinha acesso ao alçapão, por onde entraram os bandidos.

5. Bandidos fortemente armados invadem duas agências bancárias (Vidal Ramos)

Na manhã do dia 4 de dezembro, bandidos fortemente armados invadiram o Banco do Brasil e a Cooperativa de Crédito Cresol, no Centro de Vidal Ramos. Na ação, os criminosos chegaram a fazer um escudo humano com reféns que estavam dentro das agências.

Foto Divulgação/Redes Sociais

Os assaltantes usaram pelo menos três veículos na fuga, entre eles uma caminhonete com reféns no capô. Uma carreta foi incendiada na SC-110, entre Ituporanga e Vidal Ramos, para dificultar a chegada de reforço policial.

Na ocasião, o helicóptero Arcanjo-03 precisou se deslocar para o Alto Vale do Itajaí para atender dois feridos. Um deles era o segurança de uma das agências, que foi baleado na perna. O outro era gerente da unidade e levou um tiro no pé.

Foto Divulgação

Segundo informações, os bandidos roubaram aproximadamente R$ 165 mil.

6. Bandidos armados assaltam banco e fazem reféns em Apiúna

No dia 17 de dezembro, bandidos fortemente armados invadiram a agência do Bradesco em Apiúna. Assim como ocorreu em Vidal Ramos, os criminosos utilizaram reféns no capô do carro como forma de proteção.

Após o roubo, sete envolvidos acabaram identificados e presos. Um outro morreu após confronto com policiais.

Foto Reprodução

De acordo com investigação da Polícia Civil, o assalto foi todo arquitetado na Penitenciária Industrial de Chapecó, no Oeste catarinense.

Receba as notícias do OCP no seu WhatsApp: