Criança é picada por escorpião ao calçar tênis em Blumenau

Foto: Divulgação / Secretaria de Saúde do RS

Por: Luan Tamanini

22/09/2023 - 15:09 - Atualizada em: 22/09/2023 - 15:15

Uma menina de 8 anos foi encaminhada ao hospital na tarde desta (22) sexta-feira após ser picada por um escorpião amarelo em Blumenau. De acordo com o Corpo de Bombeiros, ela sofreu a picada ao calçar um tênis.

A ocorrência foi registrada às 13h na Rua Francisca Margarida, no bairro Itoupava Norte. Segundo os socorristas, a menina foi encontrada consciente, mas reclamava de dores e apresentava inchaço em um dedo do pé direito.

Ela foi atendida no local e na sequência encaminhada ao Hospital Santa Isabel na companhia de seu irmão adulto. Conforme os bombeiros, o animal, que já tinha morto pelos familiares da menina, foi levado ao hospital para informação clínica.

Escorpião amarelo

De acordo com o Ministério da Saúde (MS), o escorpião amarelo (Tityus serrulatus) é a espécie que causa mais acidentes no Brasil, tendo se expandido para um número maior de cidades, onde até então não era encontrada. Esta espécie possui facilidade para se reproduzir e colonizar novos ambientes.

A picada de escorpião, na maioria das vezes, causa poucos sintomas, como vermelhidão, inchaço e dor no local da picada que dura de algumas horas até dois dias. Entretanto, alguns casos podem ser mais graves, causando sintomas generalizados, como enjoo, vômitos, dor de cabeça, tonturas, espasmos musculares e queda da pressão, suor, palidez, sonolência ou agitação, entre outros. Em casos muito raros, a picada de escorpião pode causar até arritmias e parada cardíaca havendo, até, risco de morte.

Em caso de picada, a recomendação é ir imediatamente ao hospital de referência mais próximo. Se possível, levar o animal ou uma foto para identificação da espécie, permitindo assim uma avaliação mais eficaz sobre a gravidade do acidente.

É importante lembrar que não é em todo caso de acidente que o soro será indicado, e apenas o profissional de saúde poderá fazer essa avaliação. O antiveneno é indicado em casos moderados ou graves. Limpar o local da picada com água e sabão pode ser uma medida auxiliar, desde que não atrase a ida ao serviço de saúde.

Os casos leves, que não necessitam da aplicação do antiveneno, representam cerca de 87% do total de acidentes. Desta forma, o soro antiescorpiônico é disponibilizado apenas nos hospitais de referência do Sistema Único de Saúde (SUS), não sendo disponibilizados na rede particular de saúde.

Recomendações

Os escorpiões possuem hábitos noturnos, permanecendo escondidos durante o dia em locais úmidos e escuros. Desta forma, a principal medida para evitar a presença do animal é a limpeza periódica de terrenos, evitando o acúmulo de lixo e materiais de construção, pois esses são locais que podem atrair insetos, como baratas, que são sua principal fonte de alimento.

Os escorpiões também podem entrar em residências pelas redes de esgoto. Assim, é orientado que se vede ralos e caixas de gordura. Inseticidas ou outros venenos não possuem eficácia comprovada contra a espécie. Também é preciso atenção antes de vestir-se ou calçar um tênis ou sapato, pois o escorpião pode ter se escondido ali.

Características

O escorpião amarelotem por característica possui as pernas e cauda amarelo-clara, e o tronco escuro. Tem comprimento de até 7 centímetros. O veneno é injetado por um ferrão na ponta da cauda. Sua reprodução pode ser por partenogenética, ou seja, a fêmea não precisa do macho para a fecundação, podendo gerar até 20 filhotes por vez. A distribuição geográfica do animal era restrita a Minas Gerais há pouco mais de uma década, contudo, sua presença foi sendo ampliada e hoje já está presente na maioria das demais regiões do país.