Na noite da última sexta-feira (28), uma jovem de 19 anos escreveu um bilhete para denunciar um homem que estaria cometendo assédio em Chapecó, no Oeste catarinense.

A mulher trabalha como cozinheira em uma lanchonete da cidade e afirmou que estava sendo assediada pelo próprio chefe.

 

 

Ela aproveitou um pedido para escrever o bilhete e colocá-lo dentro da sacola com o lanche. Após ler a mensagem, um casal acionou a Guarda Municipal, que foi até a lanchonete.

De acordo com o relato da jovem, seu chefe teria oferecido cocaína a ela e passado a mão nas suas pernas e no seu pescoço.

Na sequência, teria novamente oferecido drogas e R$ 150 para cada vez que a jovem dormisse com ele. A cozinheira ainda afirmou que o homem a agarrou e tentou levá-la para um quarto, mas ela conseguiu escapar.

Foto: Guarda Municipal

Por fim, ainda segundo o relato, o chefe teria oferecido cocaína outra vez e um copo de coca-cola com vinho - no entanto, a jovem disse que viu o homem colocando um pó branco no líquido.

Os guardas municipais realizaram buscas no local e encontraram duas buchas com substância análoga a cocaína em um quarto.

Ambos foram conduzidos à Central de Plantão Policial, e um inquérito será instaurado para a apuração do caso.

Com informações do portal ClicRDC