O corpo do taxista Joãozinho Bellucco, de 57 anos, foi sepultado na manhã deste domingo, por volta das 9h30min, na Capela Mortuária de Cocal do Sul.

O corpo foi velado desde a madrugada na Igreja Comunidade Mais Amor, de Urussanga.

Joãozinho deixa esposa e três filhos.

Quatro dias

Após quatro dias de angústia e mobilização, foi encontrado, na tarde desse sábado, por volta das 15h, o corpo do taxista.

Ele estava desaparecido desde terça-feira, quando saiu para uma corrida, do Centro, para o bairro De Villa.

Corpo, já em estado de decomposição, estava próximo a entulhos de madeira/Foto: Giovani Miottello

O corpo da vítima, o qual foi encontrado e identificado no local por familiares, estava em uma mata, no interior do município, na localidade de Morro da Lagoa, na Estrada Geral, já em estado de decomposição, próximo a entulhos de madeira.

Taxista estava desaparecido desde terça-feira quando saiu para uma corrida

Investigação

Com a localização do corpo, e do carro incendiado, um Siena, de cor branca, já no dia seguinte, no bairro Figueira, aumenta-se a hipótese de crime de latrocínio ou homicídio.

Ninguém foi preso até o momento e as investigações correm em sigilo.