Coronavírus: Sobe de 10 para 13 o número de regiões catarinenses em alerta "gravíssimo"

Segurança

Por: Felipe Elias

quarta-feira, 06:30 - 13/01/2021

Felipe Elias

A Matriz de Risco Potencial divulgada nesta quarta-feira (13) pelo Governo do Estado classifica 13 das 16 regiões catarinenses como em estágio "gravíssimo" (cor vermelha) para transmissão do novo coronavírus. A atualização apresenta uma piora do cenário, uma vez que o boletim da semana passada colocava dez regiões em alerta máximo para a doença.

As regiões da Grande Florianópolis, Carbonífera e Alto Vale do Itajaí foram classificadas em nível "grave" (cor laranja). Todas as outras estão no risco "gravíssimo". São elas: Médio Vale do Itajaí, Foz do Rio Itajaí, Alto Uruguai Catarinense, Extremo Oeste, Extremo Sul, Laguna, Serra Catarinense, Nordeste, Alto Vale do Rio do Peixe, Meio Oeste, Oeste, Planalto Norte e Xanxerê.

Segundo a epidemiologista Maria Cristina Willemann, a maioria das regiões apresenta ocupação de leitos acima dos 70%. “O que mais chamou a atenção foi um aumento no número de casos confirmados durante a semana, o que possivelmente é um indicativo de como a pandemia pode se encaminhar nas próximas semanas”, completa.

Proibições e limites de ocupação no risco "gravíssimo"

  • Proibida a realização dos jogos esportivos coletivos recreativos, como as patotas nos soccers;
  • Proibida a abertura de casas noturnas e pubs;
  • Permitida a abertura de shopping centers com 50% da capacidade;
  • Permitido o funcionamento de parques aquáticos com 50% de ocupação;
  • Permitido o funcionamento de igrejas e templos religiosos com 30% da capacidade;
  • Eventos sociais, como casamentos, aniversários e jantares, podem ocorrer com 30% de ocupação;
  • Permitida a abertura de cinemas e teatros com 30% de ocupação;
  • Academias de ginástica podem funcionar com 30% da capacidade.

Receba as notícias do OCP no seu WhatsApp:

×