A Justiça negou 42 pedidos de prisão domiciliar de detentos do Presídio Regional de Jaraguá do Sul. De acordo com o juiz titular da 2ª Vara Criminal da Comarca de Jaraguá do Sul, Samuel Andreis, as ações foram fundamentadas com base na possibilidade de contágio pelo novo coronavírus.

"Entendo que a liberação repentina de grande quantidade de presos, além de poder gerar problemas relacionados à segurança pública e sensação de impunidade, seria até mesmo contrária às próprias recomendação de isolamento social", explica o juiz.

Andreis destaca que o Presídio Regional de Jaraguá do Sul possui uma unidade de saúde e está adotando protocolos rigorosos para que o vírus não ingresse e se dissemine na prisão.

Além disso, para garantir a proteção dos presos e dos agentes penitenciários, estão suspensas as visitas e as saídas temporárias na unidade prisional e as audiências estão sendo realizadas por videoconferência.

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre Segurança Pública da região (Trânsito, Operações Policiais. etc...):

Whatsapp

Grupo OCP Segurança

Telegram

OCP Segurança