Luiz (E) e Guilherme mataram oito pessoas nesta quarta | Foto: Reprodução/OCP News
Luiz (E) e Guilherme mataram oito pessoas nesta quarta | Foto: Reprodução/OCP News

Cinco alunos e duas funcionárias foram mortos no massacre ocorrido na manhã desta quarta-feira (13), na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, na Grande São Paulo. Além deles, o gerente de uma concessionária de automóveis também foi morto a tiros por Guilherme Taucci Medeiros, 17 anos, e Luiz Henrique de Castro, de 25.

O atentado foi registrado por volta das 9h30, mas começou antes. Jorge Antônio Moraes, 51 anos, tio de Guilherme, foi alvejado na sua revenda de veículos. Ele foi socorrido, levado para o hospital, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Luiz e o comparsa roubaram um carro e foram até a escola.

Antes de entrar na escola, eles vestiram máscaras. Marilena Umezu, coordenadora da escola, reconheceu os dois alunos e foi morta a tiros. Depois, atiraram em Eliana Regina Xaivier, agente de organização escolar. Os dois partiram para uma área onde estava os adolescentes e começaram a atirar. Os que tombaram ainda receberam golpes de machado.

Depois da matança, os dois continuaram o enredo planejado por cerca de um ano. Quando os policiais militares chegaram no local, Guilherme matou Luiz e tirou a própria vida logo em seguida.

Confira a lista das vítimas:

Caio Oliveira, 15 anos, estudante;

Claiton Antonio Ribeiro, 17 anos, estudante;

Douglas Murilo Celestino, 16 anos, estudante;

Kaio Lucas da Costa Limeira, 15 anos, estudante;

Samuel Melquiades Silva Oliveira, 16 anos, estudante;

Eliana Regina de Oliveira Xavier, 38 anos, coordenadora escolar;

Marilena Ferreira Vieira Umezo, 59 anos, agente de organização escolar;

Jorge Antônio de Moraes, 51 anos, empresário.

Com informações do site Metrópoles. 

Quer receber as notícias no WhatsApp?