Foto Divulgação/Comarca de Joinville
Foto Divulgação/Comarca de Joinville

Um jovem de 22 anos foi condenado a oito anos e oito meses de reclusão, em regime semiaberto, após júri popular realizado em Joinville. A sessão, realizada na última quinta-feira (7), foi presidida pelo juiz Gustavo Aracheski, titular da Vara do Tribunal do Júri da comarca de Joinville.

O rapaz era acusado de tentativa de homicídio duplamente qualificado, por motivo torpe e exposição a risco de terceira pessoa, além de lesão corporal leve.  Em depoimento, o réu confirmou participação no episódio, ocorrido em maio de 2016 no bairro Jardim Paraíso.

Na oportunidade, admitiu ter efetuado vários disparos de arma de fogo, mas com o intuito de se defender de três outros rapazes, também armados, com quem mantinha desavenças por serem de outro bairro.  Dos vários disparos efetuados pelo réu, dois acertaram a cabeça de um rapaz, que também estava armado. A segunda vítima foi uma garota, menor de idade, que saía da escola quando foi atingida por um tiro na perna. Os dois jovens atingidos receberam rápido atendimento médico e sobreviveram ao ataque.

Em depoimento ainda na delegacia de polícia, o réu afirmou que, dois dias antes do ocorrido, indivíduos efetuaram disparos de arma de fogo contra a residência de sua mãe e o ameaçaram numa rede social, motivos pelos quais passou a andar armado pela cidade.

Quer receber as notícias no WhatsApp?