Como se proteger do Zika vírus

Como se proteger do Zika vírus Como se proteger do Zika vírus

Segurança

Por: OCP News Jaraguá do Sul

quarta-feira, 09:36 - 24/02/2016

OCP News Jaraguá do Sul
O Zika vírus é semelhante à dengue, e provoca sintomas como febre, dor de cabeça, dor nas articulações e manchas vermelhas na pele e nos olhos. O seu tratamento é feito com remédios analgésicos, anti-inflamatórios e colírios, sendo proibido o uso de medicamentos com ácido acetil salicílico, assim como acontece na dengue.

Sintomas

Os sintomas do Zika vírus são semelhantes aos da Dengue, porém, o Zika vírus é mais fraco e por isso, os sintomas são mais leves e desaparecem entre 4 a 7 dias, porém é importante ir ao médico para confirmar se realmente está com Zika. Inicialmente, os sintomas podem ser confundidos com uma simples gripe, provocando:
  • Febre, entre 37,8°C e 38,5°C;
  • Dor nas articulações, principalmente das mãos e pés;
  • Dor nos músculos do corpo;
  • Dor de cabeça, que se localiza principalmente atrás dos olhos;
  • Conjuntivite, que é uma inflamação do olho e que provoca cor avermelhada dos olhos, sensação de picada que leva a lacrimejar, inchaço das pálpebras e secreção amarela;
  • Hipersensibilidade nos olhos, e maior sensibilidade à luz do dia;
  • Manchas vermelhas na pele, que inciam na face e que se podem espalhar pelo corpo e, que podem ser confundidas com sarampo;
  • Cansaço físico e mental.
Além destes sintomas, também pode-se observar, com menos frequência, problemas digestivos, como dor no abdômen, náuseas, vômitos, diarreia ou prisão de ventre, aftas e conceira pelo corpo.

Confira 6 dicas do que você pode fazer para prevenir o Zika vírus.

1. Usar repelente

Usar repelente ajuda a manter o mosquito longe, evitando picadas, mas é importante lembrar que o produto deve ser reaplicado a cada 6 horas para que seu efeito seja mantido e deve conter uma substância chamada DEET.

2. Evitar acúmulo de água parada

É essencial evitar o acúmulo de água parada para prevenir a reprodução do mosquito da dengue e do zika vírus, pois ele precisa de água para colocar seu ovos e produzir as larvas. Assim, deve-se retirar entulhos do quintal ou de terrenos vizinhos abandonados, virar garrafas vazias e baldes para baixo, limpar calhas e canos de 2 a 3 vezes por semana, cobrir caixas d’água e piscinas e varrer a água parada acumulada no quintal ou na rua. Um outro cuidado importante é manter tudo sempre muito bem limpo, lavando com água e sabão, porque os ovos do Aedes podem resistir por 1 ano num local seco, somente à espera de uma quantidade mínima de água, como encontrada na tampinha de uma garrafa, para poder iniciar sua transformação em lava e mosquito.

3. Colocar areia nos vasos das plantas

Vasos de plantas acumulam água e são ótimos locais para o mosquito se desenvolver. Assim, deve-se colocar terra nos pratos que ficam embaixo dos vasos, pois ela manterá a umidade para a planta e evitará a reprodução do mosquito. Além das plantas, também é preciso lavar diariamente os recipientes de comida de animais domésticos, que normalmente ficam no quintal e acumulam água. dicas-para-prevenir-o-zika-virus-1-640-427

4. Colocar telas em portas e janelas

Colocar telas em portas e janelas é importante para impedir a entrada do mosquito em casa, evitando que ele se multiplique no lixo da cozinha, em vasos de plantas ou em poças de água no banheiro, por exemplo. No entanto, é importante lembrar que essa medida apenas ajuda a lutar contra o mosquito, não servindo como única medida para prevenir o Zika vírus.

5. Cuidado com o lixo

O lixo de casa pode acumular água e favorecer o crescimento do Aedes aegypt, e por isso é importante fechar bem os sacos plásticos e colocar o lixo na rua apenas nos dias de coleta pelo caminhão do lixo. Além disso, deve-se evitar o acúmulo de material de construção, pneus ou outros objetos no quintal, pois eles também podem acumular água e abrigar as larvas do mosquito.

6. Usar camisinha

Se o seu parceiro apresentar os sintomas de Zika é recomendado usar preservativo em todas as relações sexuais porque o vírus também está presente no sêmen e pode contaminar a mulher dessa maneira. Fonte: tuasaude.com
×