Comerciantes da rua Dona Francisca, em Joinville, reclamam que estão ocorrendo furtos constantes de cabos de energia na área central.

Paulo Sergio dos Santos, que é dono de um bar na região, ressalta que, desde o fim do ano passado, os furtos têm acontecido quase diariamente.

 

 

"Aqui na região está um absurdo. Na segunda-feira, roubaram cabos na rua Alexandre Döhler, aqui do lado, e à noite roubaram fios de um semáforo, que ficou apagado", contou.

O comerciante relata que o seu bar já foi afetado diversas vezes, e que, entre outros transtornos, viu-se obrigado a deixar de atender os seus clientes por ter de abrir as portas mais tarde.

"Em duas ocasiões tive de abrir o meu bar às 10h, quando a Celesc conseguiu normalizar a situação. Eu costumo abrir às 7h, então, somando, são seis horas perdidas. Ou seja, além do incômodo e dor de cabeça, também estamos acumulando prejuízos financeiros", disse.

O tabelião Rodrigo Liberato Fernandes destaca que, recentemente, seu estabelecimento foi alvo de duas ações de criminosos.

"Há 15 dias, eles subtraíram a fiação da nossa placa luminosa, e na segunda-feira passada, retiraram uma placa de metal que tampa os medidores e onde está a fiação, mas, por algum motivo, não praticaram nenhum furto."

Situação recorrente

Segundo o tabelião, a situação é recorrente: "Todos os dias chegamos para trabalhar e olhamos o grupo [dos comerciantes, no WhatsApp], para ver se houve um novo ato desse pessoal."

Ele conta que, como o cartório tem dois prédios, no dia em que furtaram a fiação, foi possível remanejar os atendimentos para o edifício em que não houve falta de luz. "O outro prédio, no entanto, ficou parado."

Outra comerciante prejudicada pelos furtos é Sandra Rosa Dias. De acordo com ela, sua cafeteria já ficou duas vezes sem luz - a mais recente no último domingo (6).

"Como era um fim de semana, não chegou a afetar o meu comércio, mas na vez anterior, em outubro de 2021, um dia de semana, cheguei a ficar de duas a três horas sem luz."

Celesc

Em levantamento realizado a pedido da reportagem, a Celesc informou que tem recebido uma média de três a quatro notificações diárias de fiação furtada no Centro de Joinville.

Na rua Dona Francisca, a Celesc identificou furtos no último domingo (6) e na quinta-feira passada (3). A maior parte dos cabos servia para o fornecimento de energia para unidades consumidoras da região, semáforos e iluminação pública.

Além dos prejuízos causados a terceiros e à sociedade, a Celesc destaca que os criminosos também se expõem ao risco de choque elétrico ao furtar cabos e demais materiais utilizados nas instalações.

Segundo a distribuidora, em casos de furto, é necessário entrar em contato pelo 0800 048 0196, além de registrar um boletim de ocorrência na Polícia Civil.

Após o registro do consumidor, a Celesc faz a reposição dos cabos furtados.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp