Combate a incêndio em reservatório de combustíveis já dura 30 horas em SC

Foto: Divulgação / Corpo de Bombeiros

Por: Luan Tamanini

14/11/2023 - 13:11 - Atualizada em: 14/11/2023 - 14:56

O Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC) segue atuando no combate ao incêndio em um reservatório de combustíveis em Chapecó, no Oeste do Estado, durante esta terça-feira (14). De acordo com a corporação, a ocorrência teve início às 6h30 de segunda (13) – ou seja, há mais de 30 horas.

Segundo os socorristas, 40 bombeiros trabalharam no local durante a madrugada, com 20 caminhões – tanto dos bombeiros, quanto de empresas particulares e prefeitura. Por volta das 8h, foi realizada a troca da equipe para seguir com o atendimento no local.

Conforme o CBMSC, quatro tanques ainda estão em chamas no local. Neles estavam armazenados aproximadamente 2 milhões de litros de combustível, que seguem queimando. O principal objetivo do momento é evitar que o fogo atinja os tanques maiores, onde estão armazenados cerca de 8 milhões de litros.

“Estamos trabalhando na contenção e resfriamento dos tanques principais, evitando assim que o incêndio aumente”, explicou o Major Cristiano Brandão, que atua na ocorrência. “Vamos continuar resfriando os tanques que não foram atingidos”.

De acordo com o major, as chamas já baixaram, mas seguem altas. “Assim que possível vamos fazer um ataque direto para extinguir o incêndio, mas isso deve demorar algumas horas ainda”.

Além do CBMSC, os Bombeiros Voluntários de Concórdia, Arabutã e Irani, além do Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Sul (CBMRS), da cidade de Erechim, também trabalharam no incêndio. Prefeitura de Chapecó, equipes do Aeroporto, bem como empresas privadas também estão prestando suporte.