O comando do 14º BPM (Batalhão de Polícia Militar) esclareceu que a ocorrência registrada em uma escola em Massaranduba não foi um atentado.

A zeladora da unidade escolar foi ferida com uma arma branca na noite desta segunda-feira (17).

De acordo com o comandante do 14º BPM, tenente-coronel Valdeci Oliveira da Silva, a agressão aconteceu na Escola de Ensino Básico General Rondon, no Centro.

 

A funcionária flagrou a tentativa de furto de uma bicicleta e foi golpeada com uma lâmina.

“Ela foi levar o lixo nos fundos do colégio e se deparou com um masculino no local onde ficam as bicicletas e as motos estacionadas. Houve uma reação mútua, da vítima e do autor. Com um objeto cortante, ele acabou causando uma lesão leve na funcionária”, destaca Valdeci.

Após a agressão, o autor acabou fugindo para um terreno baldio e depois, aparentemente, para uma área de mata.

Guarnições de outras cidades foram enviadas para Massaranduba para reforçar o cerco.

As primeiras informações apontam que o agressor seria um menor.

A zeladora foi atendida pelo Corpo de Bombeiros Voluntários com cortes na perna esquerda e na região das costelas.

A mulher foi encaminhada pelos socorristas em estado estável para a Unidade de Pronto-Atendimento de Massaranduba.

“Ainda é prematuro falar em atentado, massacre ou algo do gênero. O momento em que vivemos no nosso Estado trouxe um alerta, mas nessa ocorrência, a princípio, não há essa conotação. Nós estamos tratando como uma tentativa de furto e que acabou não sendo executada”, destaca.