O comandante do 9º Batalhão de Polícia Militar de Criciúma, tenente-coronel, Cristian Dimitri Andrade, contou sobre a mobilização policial, em todo Sul catarinense, como também no estado, pós assalto que levou terror no final da noite de segunda e perdurou pela madrugada de terça.

Toda 6ª Região de PM, que engloba 27 municípios das regiões, Carbonífera e Extremo Sul catarinense, está mobilizada em diversos pontos e cidades estratégicas.

Na SC-108, rodovia municipal que liga Jacinto Machado a Ermo, no Extremo Sul, a aeronave da corporação pousou no meio da pista para abordar um caminhão então suspeito, que foi liberado em seguida por não haver irregularidades.

“A Polícia Militar segue com o apoio das equipes especializadas do Bope, tanto da Capital como do Rio Grande do Sul. Também temos a aeronave do batalhão de aviação e a equipe do Canil e também contamos com o apoio da Polícia Militar Rodoviária. Há ainda ações integradas também com a Polícia Civil, agência de Central de Inteligência, também com equipes integradas, e Polícia Rodoviária Federal (PRF)”, elencou.

Segundo ele, há cenário de buscas na região também onde foram abandonados os veículos usados na ação, em Nova Veneza.

Colaboração

Dimitri pediu a colaboração da sociedade com denúncias.

“É imprescindível esse apoio, com relatos e informações. Quer seja no PMSC CIDADÃO, que é o nosso aplicativo, como também no telefone de emergência 190. E ficar atento a movimentações suspeitas ou, inclusive, informações de dias anteriores, de carro, de pessoas suspeitas em locais pouco habitados ou que não costumavam frequentar essas localidades”, orienta.

 

 

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul