A atuação de uma frente fria combinada ao fluxo de ar quente e úmido vindo da região amazônica intensifica a chuva em todas as regiões nesta segunda (10) e terça-feira (11).

Há previsão de acumulados significativos, que tendem a variar entre 70 e 100 mm no período, pontualmente ultrapassando esses valores.

A Defesa Civil de Santa Catarina destaca que o risco é moderado a alto para ocorrências como alagamentos, deslizamentos e enxurradas.

Nas próximas horas, há a tendência que as chuvas persistam, especialmente entre o Extremo Oeste e Meio Oeste, de forma intensa e volumosa.

Nas últimas 24 horas, a Defesa Civil havia registrado precipitação de 107,4 mm no município de Galvão, 104 mm em Novo Horizonte, 90,4 mm em Passos Maia e 80 mm em Tangará.

Foram registrados alagamentos em municípios do Oeste e Meio Oeste, além de pontos de deslizamentos de na rodovia SC 480, nos municípios de Bom Jesus, São Lourenço do Oeste e Ipuaçu.

As equipes de coordenadores regionais da Defesa Civil do Estado seguem prestando apoio aos órgãos de Defesa Civil dos municípios.

A Gerência de Monitoramento Hidrológico segue acompanhando as bacias do Rio do Peixe, Rio Canoas, Alto Vale do Itajaí, além das regiões de cabeceiras dos rios Chapecó, Irani e Jacutinga.

“Indica-se a possibilidade dos principais rios atingirem níveis de observação para inundação, principalmente no Extremo Oeste, Oeste, Meio Oeste, Planalto Sul e parte do Litoral Sul e Alto Vale do Itajaí”, consta em nota divulgada nesta segunda.

A Defesa Civil de SC orienta a população para que se cadastre com o objetivo de receber os avisos e alertas. Basta enviar o CEP por SMS para o número 40199.

Em caso de emergência, a população deve acionar o 199 para a Defesa Civil de seu município, 190 para a Polícia Militar ou para o número 193 do Corpo de Bombeiros.

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre segurança pública da região (acidentes de trânsito , ações policiais):

Whatsapp

Grupo OCP Segurança

Telegram

OCP Segurança