Chuvas em SC: sobe para 71 o número de municípios que registram ocorrências no estado

Foto: Ricardo Trida/Secom

Por: Claudio Costa

07/10/2023 - 08:10 - Atualizada em: 07/10/2023 - 10:02

Santa Catarina tem, até o momento, 71 municípios com ocorrências em virtude das condições
meteorológicas desta semana.

As cidades são afetadas por chuvas intensas, alagamentos, deslizamentos e granizo que atingiram residências, estradas e centros urbanos em diversas regiões do Estado.

Equipes do Governo do Estado atuam desde o começo da semana no auxílio à população e no monitoramento da situação. O indicativo é de altos volumes de chuva para Santa Catarina nos próximos dias.

Ainda de acordo com os dados, subiu para 28 o número de municípios que emitiram decretos de situação de emergência. São eles: Jaborá, Rio do Sul, Aurora, Rio do Oeste, Laurentino, Rio Negrinho, Campo Alegre, São Bento do Sul, Ibiam, Campos Novos, Frei Rogério, Monte Carlo, Brunópolis, Curitibanos, Corupá, Presidente Getúlio, Itaiópolis, Canoinhas, Papanduva, Mafra, Tangará, Vargem, Mirim Doce, Três Barras, Bela Vista do Toldo, Itaiópolis, São Cristóvão do Sul e Erval Velho.

Corpo de Bombeiros Militar reforça atendimento

O Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina está com reforço das equipes para atendimento ágil aos cidadãos.

Helicóptero, serviços especializados, monitoramento e antecipação às ocorrências são as ferramentas utilizadas para o gerenciamento das ações diante da situação climática no estado.

Uma estrutura do CBMSC está montada em Rio do Sul, com um Auto Posto de Comando, para que possam ser tomadas decisões específicas e ágeis, além de uma equipe de Tecnologia da Informação garantindo os sistemas da corporação em pleno funcionamento.

Outra equipe, do Comando Geral, está presencialmente na Defesa Civil de Santa Catarina, direcionando as ações conjuntamente, com coordenação do Comandante-Geral, coronel Fabiano de Souza.

Recursos empregados até o momento: Três equipes de Forças-Tarefa (FT) já estão empenhadas no 15º Batalhão de Bombeiros Militar (BBM), com sede em Rio do Sul.

Os militares destas FT são especialistas em Busca e Resgate em Inundações e Enxurradas (BRIE) e foram deslocados com embarcações, viaturas e equipamentos necessários para reforço e pronta operação.

As equipes deslocadas são de São José (10º BBM), Xanxerê (14º BBM) e Curitibanos (2º BBM). Já o helicóptero Arcanjo 03 é de Blumenau (3º BBM).

Todas as equipes de Força-Tarefa estão em sobreaviso para caso seja necessário emprego, além do Batalhão de Ajuda Humanitária (BAjH).

Até o momento, desde a última terça-feira (3), o CBMSC atendeu 139 ocorrências relacionadas com as chuvas no estado.

Situação nas rodovias estaduais

De acordo com relatório atualizado às 15h50, a Polícia Militar Rodoviária (PMRv) informa:

SC-418, Serra Dona Francisca
Trânsito liberado

SC-110, Lontras
Alagamento – KM 200
Trânsito interditado
Desvio pelo município de Aurora, pela localidade de Fundos Aurora

SC-447, Indaial
Alagamento – KM 198
Trânsito parcialmente interditado
Desvio nas imediações

SC-150, Lacerdópolis
Deslizamento de encosta/terra na pista – KM 96,1
Trânsito parcialmente interditado

SC-114, Taió
Alagamento – KM 120,5
Trânsito interditado
Desvio pela estrada da Induma

SC-355, Jaborá
Erosão na Linha São Miguel sentido Concórdia – KM 151,61
Trânsito interditado
Desvio pela SC-390, Peritiba, Piratuba, Capinzal, Joaçaba

SC-110, Urubici
Deslizamento de encosta – KM 398,8
Trânsito interditado
Desvio pela BR-282 – Serra do Corvo Branco
Queda de barreira – KM 401,350
Próximo à localidade de Pericó
Trânsito parcialmente liberado
Desvio pela BR-282 – Serra do Corvo Branco e Serra do Rio do Rastro

SC-465, Ibicaré
KM 58,15 – rodovia desobstruída
Trânsito liberado

SC-453, Ibicaré
Alagamento – KM 59,8
Trânsito interditado
Desvio pela estrada municipal não pavimentada

SC-110, Aurora
Alagamento – KM 358
Trânsito interditado
Desvio para veículos leves pela localidade de Fundos Aurora

SC-135, Ibiam
Alagamento – KM 157
Trânsito fluindo em meia pista

SC-283, Arabutã
Queda de barreira – KM 32,35
Trânsito interditado
Desvio pela SC-154 – Concórdia/Ita e SC-155 – Ita/Seara

SC-350, Rio do Oeste
Alagamento – KM 335,4
Trânsito parcialmente liberado

SC-416, Garuva
Buracos na pista do KM 9 ao KM 12
Trânsito liberado

SC-114, Salete
Erosão/deslizamento de encosta – KM 113,456
Trânsito em meia-pista

SC-A470a, Mirim Doce
Ponte de acesso ao município interditada – KM 3,565
Desvio pela estrada de terra

Envio de itens de assistência humanitária

A Defesa Civil enviou itens de assistência humanitária aos municípios de São Bento do Sul, Erval Velho, Canoinhas e Aurora. Foram distribuídos kits de higiene, limpeza e colchões, além de telhas e cumeeiras.

Operação das barragens

Leitura do dia 06/10/2023 às 16h – Fonte: Régua ANA -Níveis Cidades

  • Barragem Sul (Ituporanga)
  • Montante: 22,32m IBGE: 392,32m
  • Jusante: 0,80 cm
  • Lâmina vertedouro 0,0 m
  • Comportas abertas: 1
  • Comportas fechadas: 4
  • Canal extravasor: Fechado.
  • Lâmina d’água C.E.: 0,0 cm
  • Tempo: Nublado.
  • Pluviometria: 0,0 mm
  • Reservatório:33,97%
  • Barragem Oeste (Taió)
  • Montante: 18,31m IBGE: 357,31m
  • Jusante: 5,25 m
  • Lâmina vertedouro: 0,0 m
  • Comportas Abertas: 0
  • Comportas fechadas: 7
  • Canal extravasor: Fechado.
  • Lâmina d’água C.E.: 0,0cm
  • Tempo: Nublado.
  • Pluviometria: 0,0 mm
  • Reservatório: 57,78 %
  • Barragem Norte (José Boiteux)
  • Montante: 25,95m IBGE: 281,95m
  • Comportas abertas: 2
  • Comportas fechadas: 0
  • Tempo: Nublado.
  • Pluviometria: 0,0 mm
  • Reservatório: 32,7%
    Nível dos rios: Cidades – Referente às 15h.
  • Taió: (15 hrs) 6,68 m
  • Taió: (DC local 16 hrs) 6,56 m
  • Ituporanga:(15hrs) 1,12 m
  • Ituporanga: (DC local 16 hrs) 1,04 m
  • Rio do Sul (15 hs) 6,73 m
  • Rio do Sul: (Sdc local 16hrs) 6,84 m
  • Blumenau: 5,20 m (15h)

Serviços suspensos

Em razão das chuvas no estado, principalmente nas regiões mais atingidas, alguns órgãos estaduais suspenderam atividades e o atendimento ao público:

Detran: As Ciretrans de Rio do Sul, Taió, Trombudo Central e de Ibirama comunicam que estão com as suas atividades suspensas a partir desta sexta-feira (6). A suspensão ocorre devido ao risco iminente de que as águas atinjam as unidades, bem como pela impossibilidade de deslocamento dos colaboradores até os seus postos de trabalho. Ainda não há uma data definida para a retomada do atendimento ao público. Tão logo a normalidade seja restabelecida, a população será comunicada.

Educação: Com a previsão de mais chuvas, a Secretaria de Estado da Educação (SED) reforça a orientação às Coordenadorias Regionais de Educação de seguir as recomendações das autoridades locais municipais e Defesa Civil estadual. Nesta sexta-feira, 6 de outubro, 38 municípios têm escolas com aulas suspensas em Santa Catarina, priorizando a segurança dos estudantes e professores.

Polícia Científica: Em Rio do Sul, devido à previsão de alta dos rios, foi desativada parcialmente a unidade de criminalística e da identificação civil. O Setor de Medicina Legal (SEML) segue atendendo praticamente inalteradamente por enquanto.

Previsão do tempo para os próximos dias

No sábado (7), a instabilidade se intensifica entre o Grande Oeste, Planalto Sul e Litoral Sul, com totais mais elevados nas áreas próximas ao RS, variando de 50 a 100 mm, podendo superar estes valores especialmente no Litoral Sul.

Persiste o risco alto de temporais acompanhados de chuva intensa, com raios, rajadas de vento e granizo.

No domingo (08), a chuva se espalha para todas as regiões catarinenses e, neste dia, são esperados acumulados entre 70 mm e 100 mm, com pontuais em torno de 150 mm, especialmente do centro ao leste do estado. O risco é alto a muito alto para ocorrências associadas a chuva volumosa, como alagamentos, deslizamentos, enxurradas e inundações graduais entre a sexta (06) e o domingo (08).

No início da próxima semana (9 e 10), a chuva diminui no estado.

Monitoramento e ação

Do Centro Integrado de Gerenciamento de Riscos e Desastres (CIGERD), equipes da Defesa Civil, do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina e representantes de demais estruturas do Governo do Estado trabalham 24 horas no monitoramento da situação das chuvas no estado, para alertar, orientar e coordenar todas as ações de pronta resposta à população que venha ser atingida. Em qualquer situação de emergência, o número da Defesa Civil é o 199 e do Corpo de Bombeiros Militar é o 193.

Notícias no celular

Whatsapp

Claudio Costa

Jornalista pós-graduado em investigação criminal e psicologia forense e pós-graduando em perícia criminal.