Uma tempestade de verão no dia do casamento e uma festa sem luz. Você já imaginou a festa de um dos dias mais importantes da vida, sem luz? Pois foi o que aconteceu com uma noiva catarinense que teve a festa de casamento às escuras. Graças a isso, a Celesc (Centrais Elétricas de Santa Catarina) foi condenada, nesta semana, a pagar uma indenização de R$ 20 mil à noiva. A decisão da comarca de Blumenau foi confirmada pela 1ª Câmara Civil do Tribunal de Justiça. A Celesc afirma que vai recorrer com Recurso Especial ao Superior Tribunal de Justiça. De acordo com o TJSC, a causa da queda de energia no dia da festa, em dezembro, foi uma tempestade de verão. De acordo com a Celesc, a queda ocorreu por “força maior”, mas para o desembargador André Carvalho e relator da apelação, a empresa conhece as condições climáticas desta época do ano e precisa tomar medidas preventivas que contornem este tipo de situação. A decisão foi unânime.