Causa da morte de adolescente em Schroeder ainda é desconhecida

Causa da morte de adolescente em Schroeder ainda é desconhecida Causa da morte de adolescente em Schroeder ainda é desconhecida

Segurança

Por: Claudio Costa

terça-feira, 05:30 - 20/02/2018

Claudio Costa
A Polícia Civil prendeu um dos suspeitos da morte de Roger Machado Figueiredo, 17 anos, em Schroeder. A prisão aconteceu na casa do homem de 33 anos, que era vizinho da vítima, no bairro Schroeder I, no domingo (18). O irmão do suspeito, que também teria envolvimento no crime, está sendo procurado. Um mandado foi emitido pela Justiça para a prisão dos dois suspeitos. Quer receber as reportagens do OCP Online no WhatsApp? Basta clicar aqui “Nós reunimos um corpo de testemunhas protegidas. Através das informações colhidas e dos elementos probatórios, a gente pediu os mandados judiciais contra os acusados”, explica o delegado André Beckman. Ele conta que o depoimento do acusado ainda não foi tomado e que, por isso, não há informações precisas de como aconteceu o crime. O suspeito também se reservou ao direito de ficar em silêncio. A principal suspeita é de que o adolescente tenha sido morto por causa de uma dívida de drogas. Para a Polícia Civil, o trabalho de investigação já terminou e basta apenas realizar a prisão do segundo suspeito. As buscas ao corpo de Roger começaram após informações repassadas pelo Disque Denúncia da Polícia Civil. O denunciante informou que havia um corpo naquela região, mas não foi dada a localização exata. Policiais militares e civis realizaram buscas na área de Schroeder I até que a equipe da Divisão de Investigação Criminal (DIC), liderada pelo delegado Daniel Dias, localizou o corpo em uma trilha na rua Rio de Janeiro, no dia 5 de fevereiro.
Corpo de Roger foi localizado no dia 5 de fevereiro em uma área de mata no bairro Schroeder I | Foto Eduardo Montecino/OCP
O cadáver estava em avançado estado de decomposição. As primeiras informações coletadas pela perícia mostravam que havia uma marca de trauma na cabeça da vítima. No dia 6 de fevereiro, peritos utilizaram um detector de metais para buscar por projéteis no local. Ainda não há informações sobre a causa da morte.
×