A Catedral São José, o colégio Marista e uma igreja evangélica na região central de Criciúma, amanheceram nesta quinta-feira (26) com paredes pichadas após declarações do prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro, em relação a uma denúncia nas redes sociais de que um professor da rede municipal de ensino de Criciúma exibiu o clipe Etérea do cantor Criolo para alunos do 9º ano.

Frases como "homofobia é crime" e "Fora Salvaro" foram pichadas na fachada das igrejas e também do colégio. O descontentamento de algumas pessoas diz respeito ao trecho onde o prefeito utiliza a palavra “viadagem” em seu discurso.

Câmeras flagraram a ação

"Na manhã dessa quinta-feira a gente recebeu uma ligação na Defesa Civil dizendo que a igreja da catedral, também a igreja evangélica e o colégio tinham sido pichados. Nós viemos verificar e realmente isso se confirmou. A pichação ocorreu próximo da meia noite, conforme as câmeras mostram", destacou o diretor da Compdec, Fred Gomes.

Um boletim de ocorrência deverá ser registrado para encontrar os autores. "Agora será feito o procedimento correto, porque isso não é forma de protesto, isso é vandalismo e baderna", completou Gomes

Confira fotos:

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp