A dona de casa Carin Streit e o marido, o caseiro Bruno Pommerening, ambos de 59 anos, viviam em uma casa de alvenaria destruída pelas chamas nesta terça-feira (11), em Schroeder. A ocorrência foi registrada na rua Gustavo Streit, na frente da Indústria de Laticínios Kienen, no bairro Rancho Bom. O Corpo de Bombeiros Voluntários de Schroeder foi chamado para atender o caso por volta das 15h.

Carin morou naquela casa a vida inteira e guardava nela as lembranças da família, fotos, documentos e uma coleção de moedas antigas do pai. O fogo destruiu além das lembranças as roupas e toda a mobília que foi conquistada durante décadas de trabalho. “A gente não sabe o que falar, o que sentir. Aqui estava a história dos meus avós”, lamenta a filha de Carin, Nádia Jurck, 40 anos.

A suspeita é de que a uma pessoa resgatada de dentro da casa em chamas por populares tenha provocado o incêndio. Ele estava com um corte em um dos pulsos e inalou fumaça. A vítima foi levada pelos bombeiros voluntários para o Hospital São José.  O homem de 40 anos é conhecido pelo apelido de Rato e já havia avisado para os vizinhos que iria tirar a vida em outras oportunidades.

Foto: Fábio Junkes/OCP News

A dona de casa conta que estava ajudando Rato e que havia abrigado ele na quitinete dos fundos desde abril. O suspeito é filho de uma prima da dona da casa e dias antes do ocorrido havia arrumado confusão com os vizinhos. “No domingo, nos ameaçou com uma faca e nós chamamos a polícia. Então, fomos cuidar da chácara. Voltamos hoje, ao meio-dia, para tratar os passarinhos e o cachorro. Ele disse que iria cuidar de tudo e, quando ouvi no rádio, eu sabia que era a minha casa. Eu só queria ajudar ele”, lamenta.

O casal tem uma casa no mesmo terreno que precisa ser terminada. Doações de roupas, calçados, cobertores, roupas de cama, móveis e materiais de construção podem ser doados pelo telefone (47) 9 9618-6379.