Labrador Ice faz parte de um projeto pioneiro para salvamento aquático. Além dele, oito labradores dos bombeiros serão treinados para o verão. (Foto: Reprodução/Rede Globo)
Além de auxiliar nas buscas após o rompimento das barragens de Mariana, em Minas Gerais, e contribuir com a Polícia Civil para encontrar vítimas de homicídio, o cão Ice, do Corpo de Bombeiros de Santa Catarina, agora, será salva-vidas nas praias, como mostrou o Hora 1 desta quarta-feira (6).
O herói de quatro patas passará o verão se arriscando para resgatar banhistas. O labrador premiado está em treinamento em um projeto pioneiro no país para preparar cães com habilidades na água. O animal, acostumado a trabalhar em buscas em meio a escombros ou até na mata fechada, encara o novo desafio no mar como uma grande diversão. Basta um bombeiro simular um afogamento para Ice correr e prestar socorro. "Apesar de ele ter iniciado recentemente com este treinamento, já executa o exercício corretamente", disse o soldado Erton Marotta.
Cão rebocador Segundo o treinador do cão, sargento Evandro Amorim, Ice participaria, por exemplo, do salvamento simultâneo de três vítimas."É um cão rebocador: os dois salva-vidas se deslocariam até as três vítimas, utilizando o cão junto. Esses dois salva-vidas retirariam duas vítimas, e o cão se deslocaria para a terceira, levaria o life belt (um flutuador) até essa vítima, e rebocaria, até que os salva-vidas conseguissem apoiá-la, para retirar da água", explicou.Um cão para a história Ice está fazendo história, pois é o primeiro cão brasileiro a passar por um treinamento aquático. Ele foi selecionado para a missão pelo currículo típico de campeão. Com oito 8 prêmios internacionais, faz parte da quarta geração de cães de resgate de Santa Catarina. Além dele, oito labradores dos bombeiros do estado também receberão o treinamento. Os habilitados para a nova função passam a trabalhar como salva-vidas em dezembro de 2016.
G1 SC