O grupo de trabalho criado para realizar buscas o avião com os três brasileiros desaparecidos na Argentina foi encerrada.

A EANA (Agência Argentina de Inteligência Aérea) emitiu um comunicado confirmando a informação na noite desta segunda-feira (11).

 

 

De acordo com o portal argetino Diario El Analísta, no mesmo documento, a agência que está tendo acesso a pistas sobre a localização da aeronave desaparecida na quarta-feira (6).

"Apesar dos esforços de busca, nenhum vestígio da aeronave ou de seus ocupantes foi encontrado", afirmou a EANA em comunicado.

O avião desaparecido é do empresário de Antônio Carlos Castro Ramos, de Florianópolis.

Além de Antônio, estavam na aeronave o advogado Mario Pinho e o médico Gian Carlos Nergolini.

Toninho, Mário e Gian tinham experiência com pilotagem e viajaram no monomotor RV-10 Executive com matrícula PP-ZRT, de origem brasileira. A aeronave de quatro lugares é equipada com um motor de seis cilindros de 260 HP e tem uma velocidade de cruzeiro de 330 km/h.

O último contato do avião com a torre de controle foi ao norte da cidade de Comodoro Rivadavia, na região da Patagônia.

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre segurança pública da região (acidentes de trânsito, ações policiais):

Whatsapp

Grupo OCP Segurança

Telegram

OCP Segurança