O Corpo de Bombeiros Voluntários de Schroeder apresentou oficialmente o novo caminhão-tanque. A viatura tem capacidade para armazenar até 10 mil litros de água e foi exibida para a comunidade na tarde desta quarta-feira (14).

O veículo vai suprir uma antiga necessidade dos bombeiros e oferecer uma reserva técnica de água para realizar o combate de incêndios de residências. De acordo com o comandante da corporação, Evandro Pinto, o caminhão de combate a incêndio opera apenas com 4,5 mil litros.

“A nossa reserva técnica de água antiga era ineficaz. Nós sempre tínhamos que pedir apoio para as corporações de Jaraguá do Sul e Guaramirim. Agora, com a entrega desse caminhão, temos autonomia para realizar os atendimentos em Schroeder”, comenta Evandro.

A previsão do Corpo de Bombeiros Voluntários é de que o caminhão vá suprir a necessidade de atendimentos na cidade nos próximos dez anos. Além disso, a nova viatura vai melhorar o tempo de resposta dos atendimentos, já que não haverá mais a necessidade do apoio de outras corporações.

“O tempo de resposta é essencial para o combate do incêndio. Hoje, se trata os primeiros dez minutos como princípio de incêndio. E o atendimento rápido pode evitar um prejuízo material maior ou até salvar uma vida”, destaca o comandante.

Doação da Prefeitura

O chassi Mercedes-Benz utilizado no novo caminhão-tanque da corporação foi doado pela Prefeitura de Schroeder. O veículo não era utilizado e seria leiloado, mas acabou oferecido aos bombeiros voluntários.

Foram investidos R$ 75 mil na reforma e transformação do veículo. Todo o dinheiro utilizado para realizar as modificações foi captado com Executivo Municipal, Governo do Estado e Corpo de Bombeiros Militar.

“Eu tenho certeza que os bombeiros voluntários vão fazer um bom uso desse veículo. Gostaria de agradecer às empresas que contribuíram para que esse projeto fosse concretizado. Mesmo com um trabalho operacional de cinco anos, a nossa corporação tem avançado bastante na estrutura”, afirma o prefeito Osvaldo Jurck.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram

Facebook Messenger