Com a pandemia do novo coronavírus, o uso do álcool em gel 70º passou a ser cada vez mais frequente. Utilizado para realizar a limpeza de superfícies ou mesmo para a assepsia das mãos, o produto pode causar acidentes domésticos.

O comandante do Corpo de Bombeiros Voluntários de Jaraguá do Sul, afirma que é preciso tomar cuidados com o manuseio deste tipo de combustível, tanto na forma líquida, com venda permitida durante a pandemia, quanto em gel. Ele destaca que a 70º, a chama da combustão chega a ser quase invisível.

“Se estiver próximo a alguma fonte de calor, pode ser que haja a ignição e a pessoa não perceba a chama. Se uma cortina ou um papel pegar fogo, você vai perceber, mas aí pode ser tarde porque a propagação do fogo nesses materiais é muito rápida”, comenta.

Vincenzi lembra que a chama provocada pela queima do álcool pode provocar queimaduras graves na vítima. Por isso, ele recomenda que as pessoas esperem o combustível evaporar dos membros antes de realizar a utilização de um fogão, por exemplo.

“Enquanto você sentir que o álcool está mão, o ideal é não se aproximar de uma fonte de calor porque pode inflamar”, destaca o comandante, ao destacar que o álcool em gel demora mais tempo para evaporar e permanece por mais tempo na pele.

Cuidado na armazenagem

A armazenagem do álcool 70º também deve ser cuidadosa. O comandante do Corpo de Bombeiros Voluntários de Jaraguá do Sul explica que o vapor do álcool também pode causar acidentes. O frasco em que fica o combustível deve ficar sempre bem fechado.

“Se você guardar o álcool em um armário que não tem uma ventilação permanente, é preciso verificar que não tenha uma fonte de calor próxima toda vez que for abrir. O vapor acumulado pode ser fonte de ignição para um incêndio na residência”, frisa.

O bombeiro também explica que eletrodomésticos com resistências, como uma torradeira ou um air fryer, também podem causar essa ignição. Mas ele ressalta que é preciso haver condições ideais para que o fogo inicie.

“Para que haja esse incêndio, é preciso ter a quantidade exata de oxigênio, de combustível (no caso, a evaporação do álcool na concentração ideal) e a temperatura da resistência do eletrodoméstico na condição ideal também. Não é uma situação simples chegar a todos esses fatores, mas é bom evitar”, finaliza.

 

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre Segurança Pública da região (Trânsito, Operações Policiais. etc...):

Whatsapp

Grupo OCP Segurança

Telegram

OCP Segurança