Os bombeiros voluntários de Joinville e de Jaraguá do Sul estão estreando nova tecnologia na área de atendimento pré-hospitalar. Já está em fase experimental o aplicativo GoodSAM Responder (bom samaritano, em tradução livre), adaptado por meio de parceria entre as corporações e a ONG Garatéa.

Em Joinville, a fase de testes do aplicativo está disponível para os bombeiros e socorristas e já nos primeiros dias conseguiu boa adesão. A ideia é colocar em operação oficialmente a partir de 31 deste mês. Em Jaraguá do Sul também está em experimentação e a intenção é incorporar a plataforma digital plenamente a partir de agosto.

O GoodSAM pode ser baixado em smartphones Androi ou iOS e o seu uso é bem simples. Em caso de ocorrência, a Central de Emergência dispara um alerta para o bombeiro ou socorrista mais próximo do local de forma que ele possa prestar os primeiros socorros e repassar mais informações até a chegada da equipe de atendimento. A aceitação é opcional e, em ambas as corporações, o alerta vai para bombeiros e socorristas fora da escala operacional do dia.

“Queremos melhorar o nosso tempo resposta e ter uma pessoa capacitada que possa nos dar mais informações do que realmente está ocorrendo no local”, diz a coordenadora da Central de Emergência dos bombeiros voluntários, subchefe Muriel Rosa.

“A proposta é fazer a diferença na comunidade”, completa o comandante dos bombeiros voluntários de Jaraguá do Sul, Neilor Vincenzi. Segundo ele, a ferramenta está disponível para os bombeiros voluntários, mas a proposta vai além: em uma segunda etapa, haverá treinamento para pessoas dos bairros para que possam prestar o primeiro atendimento em casos específicos.

“Entendemos que se tivermos pessoas treinadas nas áreas distantes podem fazer a diferença em uma PCR ou OVACE, bem como um veículo que esteja dentro de um rio etc”, diz ele.

Sobre o aplicativo

De acordo com o cofundador da ONG Garatéa, Iani Zeigerman, o aplicativo integra o rol de ferramentas de grupos de emergência médica em outros países – só no Reino Unido, dispara 500 alertas por dia – mas, no Brasil, é inédito. “Os bombeiros voluntários de Joinville e Jaraguá serão os pioneiros nessa tecnologia. Será uma inovação”, diz.

Segundo ele, um dos grandes desafios que as centrais de emergência enfrentam é a qualidade das informações sobre o local e a situação do paciente. “O GoodSAM vem para isso, para facilitar, uma vez que integra pessoas capacitadas a uma central e equipes de socorro”.

*Com informações de assessoria de imprensa

Quer receber as notícias no WhatsApp?