O Corpo de Bombeiros segue buscando um adolescente de 17 anos que se afogou na foz do rio Saí Mirim, em Itapoá. O caso ocorreu na tarde do último domingo (18).

Conforme informações dos parentes da vítima, ela estava com água na altura da coxa quando foi atingida por uma onda e acabou caindo. A partir deste momento, o adolescente não mais foi visto.

 

 

Os familiares correram para pedir socorro aos guarda-vidas, que imediatamente iniciaram as buscas ao rapaz. Ao mesmo tempo, o helicóptero Águia, da Polícia Militar, foi acionado para auxiliar nos trabalhos.

Após o helicóptero retornar à base, foram iniciadas as buscas com a moto aquática Batuta do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC).

Placa localizada próximo ao local onde ocorreu o afogamento indica falta de guarda-vidas | Foto: Bombeiros/DIvulgação

O trabalho foi realizado até as 18h55, mas o adolescente não foi localizado. Na manhã desta segunda-feira, os bombeiros reiniciaram as buscas. No momento em que desapareceu, o rapaz trajava apenas uma bermuda preta.

Guarda-vidas

De acordo com os bombeiros, entre o local em que ocorreu o afogamento e o posto de guarda-vidas mais próximo havia uma placa sinalizando a falta de socorristas no local.

O CBMSC destaca a importância de que as pessoas busquem realizar o banho de mar em locais em que haja o serviço de guarda-vidas ativado.

Conforme as diretrizes da corporação, a área de cobertura de um posto de guarda-vidas é de 200 metros para cada lado. Assim, é indicado que as pessoas mantenham-se dentro deste perímetro.

 

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre Segurança Pública da região (Trânsito, Operações Policiais. etc...):

Whatsapp

Grupo OCP Segurança

Telegram

OCP Segurança