Bombeiros salvam cão abandonado e amarrado para morrer em Jaguaruna
Bombeiros salvam cão abandonado e amarrado para morrer em Jaguaruna

Os Bombeiros Voluntários de Jaguaruna salvaram um cão, abandonado e preso para morrer, em um local bastante ermo, do outro lado de um rio, na localidade de Olho D’água.

Os socorristas foram acionados por trabalhadores de uma serralheria, na Estrada Geral, para verificar um local em que, há alguns dias, o solicitante da ocorrência ouvia constantemente latidos vindos de uma área alagada naquela região.

Um trabalhador conseguiu atravessar a área alagada e avistou, no outro lado do rio, um cão preso em uma cerca de arame.

A guarnição deslocou e, com auxílio de um bote, fez a travessia do rio.

Ao chegar perto do animal, os bombeiros constataram de que ele havia sido amarrado em um cabo de aço, feito uma laçada, tipo forca no pescoço.

“Nitidamente teria sido deixado para morrer. As condições das quais foi abandonado não deixavam com que o cachorro deitasse, pois a laçada o enforcaria e não teria como alcançar a água nas margens do rio”, informaram os bombeiros.

Segundo relatos, fazia aproximadamente quatro dias que o cão estava no local, sem água e comida, debaixo do sol, pois não havia sombra próximo a ele.

“Ele estava desesperado por água. Improvisamos um recipiente e oferecemos água. Logo após, realizamos a soltura, com todo cuidado, para preservar o animal. Ele foi transportado até a serralheria, onde, de imediato, foi alimentado e adotado pelos trabalhadores do local, ficando em segurança”.

O local onde o animal foi resgatado era bastante isolado. A residência mais próxima ficava, mais ou menos, a seis quilômetros de distância.

“Portanto, ele foi abandonado para que viesse a definhar e morrer. É difícil acreditar em tamanha crueldade, porém desta vez conseguimos salvar o animal e deixá-lo em segurança”, comemoraram os socorristas.

 

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre Segurança Pública da região (Trânsito, Operações Policiais. etc...):

Whatsapp

Grupo OCP Segurança

Telegram

OCP Segurança