Dois meninos, de oito e nove anos, desapareceram por volta das 14h de quinta-feira (26) no rio Braço do Norte, em São Ludgero, no Sul catarinense. As crianças estavam num grupo de seis amigos com idades entre oito e 12 anos. As informações são do Diário do Sul.

As buscas, que iniciaram ontem com mergulhadores e duas equipes, foram retomadas nesta sexta-feira. Segundo o Corpo de Bombeiros de Braço do Norte, os garotos sempre brincavam naquele local. "Tinha um gramado grande e eles conheciam o espaço. No entanto, durante este tempo, uma das crianças sumiu. Um amigo percebeu e foi atrás. Um terceiro, percebendo que o segundo estava sendo levado pela água, entrou no rio, na tentativa de resgate, mas ao se dar conta de que não conseguiria, retornou”, contou o comandante André Corrêa de Araújo.

Foto Bombeiros/Divulgação

Segundo Araújo, as crianças não estavam tomando banho no rio. “No local há pedras e o rio costuma ser baixo. Mas, como estão sendo retiradas pedras, criou-se um fosso de pelo menos três metros, que surpreendeu as crianças. Não sabemos ao certo por que elas teriam entrado no rio. Mas acreditamos que possam ter ido pegar tomates ali perto, do outro lado do rio", completa o comandante.

Ainda segundo o Diário do Sul, no final da tarde, a mãe de um dos meninos que desapareceu teria escutado que tinham encontrado o filho. Ela correu até o local e, durante o trajeto, tropeçou e quebrou o pé. A mulher foi hospitalizada. O pai de um deles também precisou ser contido, pois queria entrar no rio.

Quer receber as notícias no WhatsApp?