Foi enterrado em Joinville, com homenagens prestadas pelos bombeiros da cidade, o bombeiro aposentado Clésio Maximiano Torres, de 54 anos. Ele foi encontrado morto a facadas em Guaratuba, no litoral do Paraná, na última segunda-feira (14).

Torres morava em Joinville, mas passava o final de semana na praia do estado vizinho. Segundo informações da polícia, ele foi morto na casa de uma mulher de 35 anos, no Bairro Mirim.

O aposentado havia saído na noite de domingo com a mulher dona da casa, onde também estava o criminoso, menor de idade, que cometeu o assassinato.

Morto a facadas

Testemunhas contaram à polícia que a vítima e a mulher estavam em um bar e, depois, foram até a casa da mulher, onde também estava a filha dela e o criminoso. Clésio deu dinheiro ao suspeito para comprar cigarros. Porém, o jovem teria voltado à casa com drogas.

Uma das mulheres foi até o banheiro para usar entorpecentes. Enquanto isso, a filha teria ido ao quarto, deixando o adolescente e a vítima sozinhos na sala.

Neste momento, a jovem relatou aos policiais que ouviu gritos e, quando chegou à sala, viu o adolescente golpeando o bombeiro com uma faca de cozinha. Os golpes atingiram o tórax e o pescoço da vítima.

Criminoso capturado

O adolescente, que já possui 47 passagens pela polícia, era de Joinville e fugiu com a carteira e o carro da vítima. Ele foi capturado em Curitiba e encaminhado ao Centro de Apreensão de Menores.

O bombeiro, que atuou por 32 anos em Joinville, recebeu homenagens dos colegas de farda.

Veja no vídeo:

 

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre Segurança Pública da região (Trânsito, Operações Policiais. etc...):

Telegram

Facebook Messenger