Uma bebê recém-nascida de apenas 11 dias se engasgou com leite materno no fim de semana em Jaraguá do Sul e foi salva pelos bombeiros voluntários do município.

Everton Juliano Oliveira Borges estava operando a linha de emergência do Corpo de Bombeiros Voluntários na tarde de sexta-feira (31) quando a mãe do bebê ligou.

Ela estava bastante nervosa e chorava bastante na linha.

 

 

A primeira atitude de Everton foi a coleta do endereço.

Esse dado foi essencial para o despacho da ambulância para a residência localizada no bairro Vila Lenzi.

Enquanto a guarnição estava a caminho, o bombeiro voluntário continuou com a mulher na linha.

“Ela acabou passando o telefone para a avó, porque não conseguia ficar com o telefone. Durante o deslocamento da guarnição para o local, eu comecei a fazer o protocolo de desobstrução das vias aéreas dessa criança”, explica.

Em oito anos de corporação o bombeiro comenta que já atendeu outras ocorrências do tipo.

Porém, o fato de ter a vida de uma criança em risco sempre gera um nervosismo.

O principal objetivo do atendente, foi acalmar a mãe para poder passar com clareza as informações.

“A gente fica imaginando o que está acontecendo do outro lado da linha, né? Mas a gente mantém a calma para poder acalmar eles primeiro e passar as informações pelo telefone”, ressalta, ao relatar que teve que pedir para a mãe passar o telefone para a avó da vítima por conta do nervosismo.

Os bombeiros voluntários chegaram no local e encontraram a recém-nascida no colo da mãe, que não conseguiu realizar a criança expelir o leite materno.

Os bombeiros voluntários deram continuidade ao protocolo e conseguiram desobstruir totalmente as vias aéreas da recém-nascida.

“A guarnição conhecia o endereço e isso ajudou muito, porque muitas vezes temos dificuldades de encontrar o local da ocorrência. Tivemos um grande êxito nessa ocorrência e nossa guarnição está de parabéns. Eles fizeram um ótimo trabalho no local”, finaliza.

Depois, a criança foi encaminhada para o Pronto-Socorro Infantil do Hospital Jaraguá para avaliação médica.

De acordo com a avó, a filha amamentou a recém-nascida e a colocou no berço. Porém, a bebê não havia arrotado antes.