A 6ª Região de Polícia Militar atualizou, neste domingo, o quadro de saúde do soldado Jeferson Luiz Esmeraldino, de 32 anos.

O militar, que segue internado, foi alvejado por um tiro do fuzil na região do abdômen, disparado por criminosos que sitiaram a cidade em 30 de novembro, para roubar a tesouraria regional do Banco do Brasil. A ação perdurou a madrugada.

O soldado não está sedado e é ventilado por meio de traqueostomia. A PM ainda informa que ele continua apresentando picos febris, com previsão de novos procedimentos para esclarecimentos dessa situação.

A boa notícia é de que há previsão de alta hospitalar para a semana que vem, a depender do resultado dos exames a serem procedidos. Na houve mais manifestações com crises convulsivas ou outras alterações de gravidade.

Boas respostas

Segundo familiares e amigos, o soldado, em uma sessão recente de fisioterapia, respondeu bem a todas as manobras, mexendo todos os membros solicitados, demonstrando evolução no tratamento.

Familiares e amigos fizeram questão de compartilhar a boa notícia, em forma de agradecimento, a todos aqueles que vem torcendo para a recuperação do soldado.

 

 

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp