O que foi inicialmente registrado como uma ocorrência de atropelamento se revelou um caso surreal de negligência e condução embriagada na madrugada deste sábado (17), em Corupá.

A Central de Emergências recebeu uma denúncia de que um GM Classic teria atropelado uma mulher na Rua Roberto Seidel e, após recolher a vítima, se deslocado em direção ao Pronto Atendimento de Corupá.

Os policiais abordaram o condutor do veículo quando ele chegava ao PA. O homem, de 36 anos, apresentava forte odor etílico e ao se submeter ao teste de alcoolemia, teve um resultado de 0,86mg/l - mais de duas vezes o limite legal, de 0,34mg/L.

Quando ele foi questionado sobre o ocorrido, ele revelou que não havia atropelado a mulher, de 26 anos: ela teria caído do carro durante uma curva, quando a porta do carro se abriu devido ao péssimo estado de conservação. Ela não usava cinto de segurança.

O motorista do veículo foi preso em flagrante pelo crime de embriaguez ao volante e foi conduzido a Delegacia de Polícia de Jaraguá do sul. O estado da mulher não foi informado.