O Batalhão de Operações Aéreas do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina completou sete anos de operações na última quinta-feira (2).  O batalhão atingiu a marca de 5.200 chamados, com 4.449 pessoas atendidas diretamente, em 4149 horas de voo. Para comemorar o aniversário, uma solenidade foi realizada em Florianópolis. A unidade possui quatro aeronaves, dois aviões e dois helicópteros, com bases operacionais em Florianópolis e Blumenau. O batalhão é comandado pelo tenente-coronel Giovanni Fernando Kemper, tendo como subcomandante o tenente-coronel Diogo Bahia Losso. Para comemorar os 30 anos da atividade de aviação militar, foram homenageados os primeiros tripulantes operacionais, remontando a história da corporação que à época era orgânica à Polícia Militar de Santa Catarina. Também foram agraciadas as personalidades militares e civis que contribuíram com o BOA em seus 7 anos de atividades.   Foram entregues ainda as medalhas de Mérito do Corpo de Bombeiros Militar (ouro, prata e bronze), Medalha Comemorativa aos 50 anos do Serviço de Salvamento Aquático, Mérito Atendimento Pré-Hospitalar, comemorativa aos 90 anos do CBMSC e Mérito da Aviação do CBMSC. Representando as pessoas salvas pelas quatro aeronaves Arcanjo do CBMSC, estiveram presentes na ocasião a pequena Pietra Lopes, de nove meses (vítima de afogamento acidental em Garopaba), e a Sra. Daura Albertina Izidro (vítima de reação alérgica ocasionada por picadas de abelha em Florianópolis). Ambas foram resgatadas e atendidas pela equipe do Arcanjo 1 em janeiro deste ano, sendo estabilizadas pela equipe médica durante o deslocamento na aeronave e conduzidas ao hospital.