Impetigo é causada por infecção bacteriana. Imagem da internet.
Unidades da rede municipal de ensino de Brusque, no Vale do Itajaí, terão as aulas suspensas entre quinta (12) e segunda (16) e voltam a abrir na terça-feira (17). O motivo são os casos de impetigo na cidade. Serão mantidas as aulas apenas em quatro unidades que já tiveram registro da doença e já passaram por limpeza. Ao todo, 56 escolas e creches vão ficar fechadas. As unidades vão passar por um mutirão de limpeza para evitar a contaminação e o surgimento de novos casos de impetigo, doença bacteriana que causa lesões na pele. As quatro unidades que já passaram pela limpeza e não serão fechadas são o Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Laura Cattani Leite, Escola de Ensino Fundamental (EEF) Isaura Gouvêa Gevaerd, EEF Vendelino Wiemes e EEF Luiz Gonzaga Steiner, informou a prefeitura. Esses locais tiveram casos de alunos e funcionários com impetigo. A coordenadora da Vigilância Epidemiológica de Brusque, Natália Cabral Marchi, explicou que o fechamento das unidades é necessário. “Faremos a limpeza com hipoclorito simultaneamente em todos os locais para quebrar o ciclo. Além disso, será feito um trabalho de conscientização com os pais, para não levar a bactéria novamente para um local descontaminado”. Diretores e professores estão orientados a redobrar os cuidados e ficar atentos aos alunos. “Em caso de suspeita, é necessário encaminhar a criança para a Unidade Básica de Saúde. Se não for diagnosticado impetigo, será fornecido um atestado de aptidão”, afirmou a coordenadora. Casos na cidade Cerca de 300 pessoas, entre crianças, adolescentes e adultos tiveram a doença na cidade. Os primeiros casos foram registrados há aproximadamente 20 dias. Nesta quinta, sexta e na próxima segunda, 12,5 mil alunos de Brusque vão ficar sem aulas enquanto é feita a higienização e desinfecção nas unidades. A Vigilância Epidemiológica de Brusque confirmou que também há casos em escolas estaduais e particulares. As unidades privadas vão ser visitadas e orientadas. As escolas estaduais foram convidadas a participar do mutirão de limpeza. O impetigo não é grave, mas por ser uma doença contagiosa, a estratégia é limpar todas as áreas de uma só vez. Por isso, a orientação é que os pais também aproveitem este período para fazer a limpeza em casa. Para higienizar ambientes e objetos basta água, sabão e água sanitária. Texto: G1 SC